Future of Money

Publicação misteriosa de Elon Musk faz criptomoeda disparar 28% em poucas horas

Dogecoin já apresenta alta de 130% na semana após compra do Twitter pelo magnata; criptomoeda pode ser adotada pela rede social sob nova direção, especulam investidores

Dogecoin é uma criptomoeda inspirada em meme da internet (Yuriko Nakao/Getty Images)

Dogecoin é uma criptomoeda inspirada em meme da internet (Yuriko Nakao/Getty Images)

Desde que o magnata Elon Musk confirmou a compra do Twitter na última semana, uma criptomoeda vem despertando o otimismo de investidores: dogecoin. E agora o bilionário pode ter alimentado ainda mais a especulação de que sua criptomoeda “queridinha” venha a integrar a rede social.

Na madrugada desta terça-feira, 1, Elon Musk publicou mais uma de suas mensagens misteriosas na própria rede social, que agora é dono após uma negociação de aproximadamente R$ 235 bilhões.

Na imagem, está um cachorro da raça Shiba Inu, que estrela o meme que inspirou a criação da dogecoin, a primeira criptomoeda-meme do setor. O cachorro ainda veste uma camiseta com a logomarca do Twitter, empresa que agora pertence à Elon Musk.

Além de demissões, o magnata chegou a dispensar o conselho administrativo do Twitter, que será substituído por ele mesmo.

A publicação misteriosa foi o suficiente para gerar novas altas para a dogecoin, que já vinha subindo significativamente desde a última semana. Nas últimas 24 horas, a criptomoeda-meme sobe 14%, de acordo com dados do CoinMarketCap. Durante o dia, este número chegou a 28%, mas recuou.

Desde que Elon Musk anunciou a compra do Twitter, especula-se que a dogecoin possa ser integrada aos serviços da rede social, que já havia implementado a conexão com outras criptomoedas e NFTs anteriormente.

O criador da rede social deixou seu comando este ano para focar seus esforços em uma outra empresa de sua criação, a Block, que possui serviços com criptomoedas. Jack Dorsey era um conhecido entusiasta da tecnologia, principalmente do bitcoin, o primeiro a ser integrado ao Twitter por meio do serviço de gorjetas.

(Mynt/Divulgação)

Nos últimos 7 dias, os ganhos da dogecoin já somam quase 130%, fazendo com que a criptomoeda-meme tenha ganhado o posto de mais rentável do mês de outubro.

Ainda que outros ativos maiores, como bitcoin e ether, tenham apresentado altas significativas no mês historicamente favorável para o setor, os números não se comparam com a alta da dogecoin. Enquanto bitcoin e ether subiram cerca de 7% e 22%, dogecoin apresenta alta de quase 130%, de acordo com dados do CoinMarketCap.

A disparada também elevou o valor de mercado da criptomoeda-meme, que superou a Cardano e se tornou a oitava maior criptomoeda do mundo no ranking do CoinMarketCap.

No momento, o valor de mercado da dogecoin é de US$ 18,3 bilhões, contra US$ 13,8 bilhões da Cardano, criptomoeda criada por um dos cofundadores da Ethereum.

Além da dogecoin, outra criptomoeda também disparou. A Shiba Inu é mais uma criptomoeda-meme inspirada no cachorro da raça de mesmo nome. O ativo chegou a saltar 9%, mas apresenta alta de 3,9% no momento, de acordo com o CoinMarketCap.

A Shiba Inu também cresce em valor de mercado, se aproximando de Polygon e Polkadot, que ocupam o 11º e 12º no ranking, respectivamente.

Assim como ocorreu em outras ocasiões no setor de criptomoedas, a negociação entre Elon Musk e o Twitter também gerou uma onda de novas criptomoedas no mercado, em referência ao acontecimento. “BabyDogeTwitter”, “SpaceTwitterDoge” e “ElonDogeTwit” são alguns exemplos de novos ativos criados em homenagem ao magnata e sua nova aquisição.

No entanto, criptomoedas do gênero não costumam apresentar projetos embasados ou qualquer sinal de que representam um investimento seguro, gerando um alerta vermelho para investidores.

No último ano, o caso da criptomoeda SQUID ganhou o mundo após gerar prejuízo a uma série de investidores. Criada em homenagem à série Round 6 da Netflix, a criptomoeda não possuía nenhuma ligação com o serviço de streaming. O projeto foi abandonado por seus investidores pouco tempo depois e caracterizado como golpe.

Segundo a empresa de segurança blockchain PeckShield, 67 criptomoedas do tipo que surgiram nas últimas horas despencaram 90% pouco depois de serem emitidas, e outras 45 foram a zero, levando consigo milhares de dólares de investidores.

Comece seu portfólio de criptomoedas. A Mynt é uma empresa BTG Pactual para você comprar e vender crypto com segurança e atendimento 24 horas. Abra agora sua conta e desbloqueie seu mundo crypto.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:Criptomoedaselon-muskTwitter

Mais de Future of Money

Descentralização na Web3: redefinindo o futuro da internet

Criptomoedas podem cair mesmo em mercado de alta: o que é correção e como lidar com isso

Por que as marcas não podem ignorar o blockchain: a transformação da interação com o consumidor

A solução para as barreiras de liquidez global nos investimentos

Mais na Exame