Future of Money

PayPal propõe recompensas ‘criptoeconômicas’ para mineradores de bitcoin sustentáveis

O Grupo de Pesquisa Blockchain do PayPal deseja designar “mineradores verdes” e recompensá-los de acordo com bitcoin

 (Andriy Onufriyenko/Getty Images)

(Andriy Onufriyenko/Getty Images)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 24 de abril de 2024 às 10h33.

Tudo sobreBitcoin
Saiba mais

A gigante dos pagamentos internacionais, PayPal, propôs tornar a mineração sustentável de bitcoin mais economicamente atrativa, recompensando os mineradores por meio de incentivos adicionados à rede Bitcoin.

De acordo com uma postagem de blog de 22 de abril, o Grupo de Pesquisa em Blockchain (BRG, na sigla em inglês) do PayPal, em colaboração com Energy Web e DMG Blockchain Solutions, propôs o uso de “incentivos criptoeconômicos” para encorajar os mineradores de bitcoin a utilizarem fontes de energia de baixo carbono.

A empresa espera que o incentivo experimental contribua para mais discussões e inovações em torno do bitcoin e está buscando feedback da indústria sobre possíveis melhorias.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Sob a proposta, os “mineradores verdes” que usam fontes de energia sustentáveis seriam creditados com “chaves verdes” especiais, associadas às suas chaves públicas.

As transações de bitcoin seriam preferencialmente encaminhadas para esses mineradores verdes, anexando taxas mais baixas, mas com uma recompensa bitcoin adicional bloqueada em um endereço de pagamento de assinatura múltipla que apenas os mineradores verdes podem reivindicar.

“Os mineradores verdes serão incentivados a minerar essas transações, pois serão os únicos elegíveis para a recompensa bitcoin adicional ‘bloqueada’”, explicou.

Isso incentiva os mineradores racionais orientados por lucro a operar com fontes de baixo carbono para obter as recompensas bitcoin extras.

De acordo com o documento, a solução proposta aproveitará a plataforma “Provas Verdes para Bitcoin” da Energy Web para que os mineradores sejam certificados com base em suas pontuações de energia limpa e impacto na rede.

Os mineradores verdes podem se registrar e compartilhar suas chaves verdes na plataforma como participantes do programa de incentivo.

PayPal BRG disse que testou com sucesso a solução proposta com a mineradora de Bitcoin DMG Blockchain Solutions Inc.

No teste, foram transmitidas várias transações com baixas taxas para observar a eficácia em diferentes níveis de volume de transações on-chain.

Dependendo do volume de transações, “essas transações levariam muito tempo para serem confirmadas ou eventualmente seriam descartadas pela rede”, observou antes de acrescentar: “Isso aumentaria as chances de os mineradores verdes pegarem essas transações.”

Uma abordagem alternativa envolveria explorar canais privados como a Lightning Network ou contratos inteligentes, mas haveria compensações como implementação mais complexa, adicionou.

“A solução descrita aqui visa alcançar um bom grau de descentralização, facilidade de implementação e independência de confiança enquanto distribui incentivos”, concluiu o PayPal BRG.

Contatamos o PayPal para mais detalhes sobre a implementação potencial, mas não recebemos uma resposta imediata.

Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosBlockchainSustentabilidadePayPal

Mais de Future of Money

Por que as marcas não podem ignorar o blockchain: a transformação da interação com o consumidor

A solução para as barreiras de liquidez global nos investimentos

Investidores institucionais não acreditam em alta do bitcoin no curto prazo, aponta relatório

Dolce & Gabbana é processada nos EUA após problemas em coleção de NFTs

Mais na Exame