Acompanhe:

Mark Zuckerberg defende investimento no metaverso apesar de prejuízo bilionário

CEO da Meta disse que não vê razão atualmente para abandonar a estratégia de longo prazo da empresa voltada à tecnologia

Modo escuro

Empresa de Mark Zuckerberg teve prejuízo de mais de US$ 13,7 bilhões com o metaverso (Getty Images/Getty Images)

Empresa de Mark Zuckerberg teve prejuízo de mais de US$ 13,7 bilhões com o metaverso (Getty Images/Getty Images)

C
Cointelegraph Brasil

Publicado em 2 de fevereiro de 2023, 11h13.

O fundador e CEO da Meta Mark Zuckerberg disse que a empresa não tem planos de mudar sua estratégia de longo prazo para o metaverso, apesar das perdas operacionais do Reality Labs - sua unidade de desenvolvimento voltada à área - atingirem valores recordes em 2022.

Em 1º de fevereiro, a Meta divulgou resultados mostrando que o Reality Labs acumulou um prejuízo de US$ 13,7 bilhões em 2022. Foram as maiores perdas anuais registradas pela divisão até hoje.

O quarto trimestre foi particularmente dispendioso. A divisão da Meta teve prejuízos de quase US$ 4,3 bilhões, configurando também a maior perda trimestral dentro do departamento desde que os resultados financeiros do negócio foram publicadas pela primeira vez.

Durante a teleconferência de apresentação dos resultados, Zuckerberg manteve-se firme na estratégia de metaverso da empresa. Respondendo a uma pergunta sobre como a eficiência da empresa se aplica ao Reality Labs, ele disse que "nenhum dos sinais que vi até agora sugere que devemos mudar a estratégia de longo prazo do Reality Labs".

Ele acrescentou que, no final de 2023, a empresa lançaria outro “headset de última geração” após o lançamento em outubro do Quest Pro Virtual Reality (VR).

A diretora financeira da Meta, Susan Li, também dobrou a aposta nos negócios do Reality Labs, ecoando a declaração de Zuckerberg durante a teleconferência de resultados do terceiro trimestre de que as perdas com o investimento no metaverso aumentariam em 2023.

“Ainda esperamos que nossas perdas anuais no Reality Labs aumentem em 2023 e continuaremos a investir significativamente nessa área, dadas as oportunidades significativas de longo prazo que vislumbramos nesse campo", explicou.

Apesar disso, a receita total da Meta no quarto trimestre foi de US$ 32,1 bilhões, superando as expectativas de Wall Street. O resultado fez com que o preço das ações da Meta saltasse após o fim do pregão na quarta-feira, ganhando quase 19,5% nas negociações pós-fechamento, de acordo com o Yahoo Finance.

Recentemente, um juiz federal nos Estados Unidos deu aprovação para a gigante de tecnologia avançar na aquisição de uma empresa de realidade virtual. A Justiça do país negou uma liminar da Comissão Federal de Negociação (FTC, na sigla em inglês) como parte de um esforço para impedir que a companhia comprasse a empresa de VR Within.

A decisão fazia parte de um processo movido pela FTC contra a Meta e o CEO Mark Zuckerberg em julho, na tentativa de impedir a empresa de tecnologia de “seu objetivo final de possuir todo o 'metaverso'”. A Meta planejava comprar a Within e seu app fitness Supernatural, supostamente para adquirir uma ameaça potencial aos seus planos de metaverso.

Para você que adora ler notícias de crypto, a Mynt é o aplicativo ideal para você. Invista e aprenda sobre crypto ao mesmo tempo com conteúdos descomplicados para todos os públicos. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | TikTok