Future of Money

Maior banco da Rússia vai lançar plataforma em blockchain compatível com Ethereum

Com foco nas finanças descentralizadas, o Sberbank, maior da Rússia e do Leste Europeu, promete lançar plataforma em blockchain até abril de 2023

Plataforma será compatível com Ethereum e MetaMask (imaginima/Getty Images)

Plataforma será compatível com Ethereum e MetaMask (imaginima/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de fevereiro de 2023 às 12h10.

As finanças descentralizadas (DeFi) estão chegando aos bancos tradicionais. O Sberbank, da Rússia, anunciou o lançamento de uma plataforma em blockchain até abril deste ano.

O objetivo é fazer com que a plataforma, compatível com Ethereum, melhore os processos bancários oferecidos pela instituição, que é o maior banco da Rússia e do Leste Europeu.

"Estabelecemos um grande objetivo – colocar a Rússia na liderança do ecossistema DeFi. Nossa rede agora está operando no formato de teste beta fechado. (...) A partir de 1º de março, estamos nos movendo para a próxima fase, não será mais um teste beta, mas um teste aberto", disse Konstantin Klimenko, respondendo a uma pergunta dos participantes do 7º Congresso Econômico de Perm nesta sexta-feira, 3, de acordo com o InterFax.

As finanças descentralizadas, ou DeFi, são plataformas em blockchain que oferecem serviços bancários tradicionais, como empréstimos e renda passiva, sem a necessidade de um intermediário. Tudo é garantido pela tecnologia blockchain e contratos inteligentes.

Segundo Klymenko, esta tecnologia poderá ser disruptiva para os sistemas bancários tradicionais, o que incentivou o Sberbank a investir em seu desenvolvimento.

A previsão é que, caso os testes sejam bem-sucedidos, a plataforma esteja disponível até o final de abril. “No final de abril, a plataforma estará totalmente aberta, e então será possível realizar algumas operações comerciais nela”, acrescentou Klimenko. O projeto está em desenvolvimento desde novembro do último ano, segundo o Sberbank.

A integração com a Ethereum, segundo maior blockchain do mundo, permitirá a integração ccom carteiras digitais da MetaMask, as mais utilizadas pelos usuários, entre outras plataformas para transferência de criptoativos.

Nos últimos tempos, a Rússia se demonstrou um país pró-cripto e o uso de blockchain, apesar do Banco Central e o Ministério das Finanças terem sinalizado riscos. O Banco Central da Rússia, inclusive, é o maior acionista do Sberbank, detendo 60% das ações da empresa.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:BlockchainDeFiEthereumRússia

Mais de Future of Money

Criptomoedas podem ser "investimento principal" durante eleições nos EUA; entenda

Aproveitem a queda para comprar bitcoin, recomenda investidor milionário

CEO da Dell compartilha meme sobre bitcoin e gera especulação sobre investimento

Bitcoin oferece "imortalidade econômica" e vai valer US$ 10 milhões, diz executivo

Mais na Exame