'Eu sabia que ele estava desesperado', diz CEO da Binance sobre ex-CEO da FTX

Changpeng Zhao reflete sobre seu relacionamento com o CEO da sua principal concorrente, agora falida
Changpeng Zhao, da Binance, e Sam Bankman-Fried, da FTX (Twitter/Reprodução/Reprodução)
Changpeng Zhao, da Binance, e Sam Bankman-Fried, da FTX (Twitter/Reprodução/Reprodução)
C
Cointelegraph BrasilPublicado em 17/11/2022 às 18:15.

O CEO da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, sabia que Sam Bankman-Fried estava em uma situação desesperadora quando o ex-CEO da agora falida exchange FTX o chamou para um resgate.

CZ abriu os eventos que quase viram a Binance resgatar sua concorrente do setor em dificuldades, pois uma crise de crédito levou a FTX a uma espiral inevitável. Falando na quarta cúpula anual do Oriente Médio e África do Milken Institute, CZ refletiu sobre a fatídica ligação com SBF, enquanto esta procurava salvar sua exchange em dificuldades:

“Quando ele veio até mim, eu sabia que ele estava desesperado. Se não podemos ajudá-lo, provavelmente não há mais ninguém que o faça. Provavelmente um monte de gente desistiu do negócio antes de nós."

(Mynt/Divulgação)

CZ admitiu que pretendia explorar uma tábua de salvação para a FTX no interesse dos usuários afetados, mas a devida diligência realizada após a assinatura de uma carta de intenções rapidamente destacou problemas maiores do que a Binance havia imaginado. O negócio foi posteriormente desfeito.

Alguns dias depois, a FTX entrou com pedido de falência do capítulo 11, enviando ondas de choque pelo mercado de criptomoedas e pelo ecossistema financeiro mais amplo.

Muito se falou sobre o relacionamento de Zhao com Bankman-Fried na indústria, com rumores de um relacionamento não amistoso nos últimos meses. Alegações de lobby de Sam Bankman-Fried contra CZ e sua exchange com figuras influentes em Washington, DC foram todas abordadas na ampla conversa em Abu Dhabi em 16 de novembro.

De acordo com o CEO da Binance, Bankman-Fried inicialmente era cliente da Binance por meio da Alameda Research e procurou fazer parceria com a empresa de CZ para iniciar sua própria exchange de criptomoedas.

CZ descreveu SBF como um “tipo de pessoa jovem e tecnicamente capaz” com uma “equipe decente”, o que levou a Binance a investir na incipiente exchange FTX, fundada em maio de 2019. O investimento deu frutos até certo ponto:

“O número de usuários deles cresceu, mas depois que eles cresceram até um certo tamanho, ouvi todos os tipos de rumores, todos os tipos de pessoas me dizendo que esse cara está fazendo lobby por trás de você em DC, esse cara está dizendo coisas ruins por trás de você , e nós ficamos, tipo, 'Isso não é tão bom.'”

A Binance saiu de seu investimento na FTX há um ano e meio, o que provou ser um incidente fatídico. De acordo com CZ, parte da saída viu a Binance adquirir o FTX Token, os mesmos tokens que a exchange havia anunciado que começariam a vender no mercado aberto após rumores de problemas com a FTX e as finanças da Alameda.

“Quando ele me procurou, pensei que ele fosse pedir um acordo OTC [over-the-counter, negociação de balcão] para comprar os tokens FTT e, assim, silenciar o barulho no mercado. Mas quando ele me ligou, ele rapidamente aludiu que eles estavam com um grande problema e estavam procurando uma compra."

CZ também tocou em um tweet do ex-CEO da FTX que se acreditava ser direcionado ao fundador da Binance. Rotulando CZ como um “concorrente”, a Sam Bankman-Fried aparentemente parabenizou o CEO da Binance por superá-lo durante os eventos que ocorreram:

CZ reagiu dizendo que “só um psicopata pode escrever esse tweet” e que ele nunca viu outras exchanges como concorrentes diretas devido ao estágio nascente do mercado de criptomoedas e sua minúscula participação nos mercados financeiros em geral:

“Número um, ele nunca me disse que eu era seu sparring. Na verdade, não tenho certeza se esse tweet foi direcionado a mim ou a nós (Binance). Nunca vemos outras exchanges como parceiros de treino ou competição - não é uma luta de boxe."

À medida que mais revelações continuam a surgir sobre o colapso monumental da FTX, sua apropriação indevida de fundos de usuários e negociações duvidosas, CZ alegou que Bankman-Fried continuou a procurar maneiras de retirar fundos por meio de várias vias na blockchain.

“Naquele dia, quando ele twittou isso, ele deveria estar trabalhando em outras coisas. Ele não deveria estar escrevendo tweets. Em uma das mensagens que enviei a ele em um grupo da indústria, eu disse 'Conselho honesto Sam, pare de fazer o que você está fazendo, não faça mais nada, vista um terno e volte para DC e comece a responder perguntas.'”

O fundador da Binance também abordou questões sobre um tweet, sinalizando a intenção da Binance de vender seus tokens FTT, que coincidiu com uma quantidade insuperável de solicitações de retirada na plataforma da FTX.

Várias empresas de análise de blockchain e indivíduos do setor alertaram o movimento, o que gerou debate em todo o ecossistema de criptomoedas. CZ afirmou que a Binance foi transparente em sua ações e não tinha manipulado os mercados:

“Então nossa equipe me perguntou se deveríamos dizer: 'Olha, essa é a nossa transação', e eu disse: sim, 'por que não', queremos ser transparentes. Como você poderia manipular o mercado se for transparente sobre suas ações? Não mentimos, não enganamos”.

À medida que a FTX entra em processo de falência, seu novo CEO e diretor de reestruturação, John Ray III, se adiantou para distanciar a empresa de Bankman-Fried. Isso ocorre depois que o ex-CEO continuou a fazer comentários públicos no Twitter e em entrevistas sobre a evolução da situação.

Cansou de tentar falar com alguém da sua Exchange? Conheça a Mynt, a única no Brasil com atendimento 24 horas e todos os dias, feito por pessoas reais. Abra agora sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok