Morgan Stanley adquire quase 11% da MicroStrategy e aumenta exposição ao bitcoin

Instituição financeira já tinha participação na empresa de Michael Saylor, que comprou US$ 1 bilhão em bitcoin, mas posição foi aumentada em quase seis vezes

Depois de fazer análises positivas sobre o bitcoin nos últimos meses, o Morgan Stanley aumentou sua exposição ao maior criptoativo do mundo: o banco comprou, segundo anúncio realizado na última semana, 10,9% das ações da MicroStrategy, empresa que desde meados de 2020 tem alocado parte considerável do seu capital em bitcoin.

A MicroStrategy, empresa que desenvolve software de business intelligence (BI) comprou, desde agosto do ano passado, mais de 1 bilhão de dólares em bitcoin, a um preço médio de 19.964 dólares por bitcoin — valor que, mesmo após uma queda de 20% nas últimas 24 horas, ainda é menos da metade do preço no qual o ativo é negociado nesta segunda-feira (11). Além do lucro com o ativo digital, a MicroStrategy também viu o preço das suas ações dobrar desde que entrou no mercado de criptoativos.

O aporte do Morgan Stanley na MicroStrategy representa um aumento de quase 500% na participação da instituição na empresa de Michael Saylor, da qual o banco já era acionista. Agora, o Morgan Stanley possui exatas 792.627 ações da MicroStrategy, ante as 143 mil que possuía até o tercerio trimestre de 2020.

Apesar da exposição indireta, o investimento também tem como objetivo colher lucros provenientes do mercado de criptoativos, já que a valorização (ou desvalorização) do bitcoin afetará o balanço da MicroStrategy e, consequentemente, o seu valor de mercado.

Apesar da boa notícia para os investidores do criptoativos, pois a popularização do mercado e a adoção dos ativos digitais por grandes empresas é ponto fundamental para o crescimento do mesmo, o bitcoin opera em baixa nesta segunda-feira (11), cotado a cerca de 32 mil dólares, após atingir o pico de quase 42 mil dólares no último fim de semana.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.