Banco Central do Bahrein lança 1º laboratório para fintechs da região

Instituição anunciou o lançamento do FinHub 973 como parte das medidas para estimular economia digital

O Banco Central do Bahrein, em iniciativa conjunta com outras seis instituições públicas e privadas, anunciou a criação do FinHub 973, o primeiro laboratório de fintechs do Oriente Médio.

A nova plataforma tem como objetivo criar um ecossistema colaborativo no segmento das fintechs, estabelecendo uma porta de entrada para oportunidades de investimento na região, ao mesmo tempo que promove a inovação e apoia a integração entre instituições financeiras e startups.

O FinHub 973 vai utilizar a plataforma FinX22, da fintech Galaxy. A FinX22 é uma plataforma de inovação aberta baseada em nuvem e que oferecerá um sistema fechado de testes (sandbox) de open banking, o que permitirá às startups desenvolver, testar e implantar soluções na área.

Por meio de um marketplace global de fintechs e utilização de inteligência artificial, o FinHub 973 terá como objetivo conectar instituições financeiras no Bahrein e na região com empresas do mundo todo. O laboratório digital também oferecerá recursos de matchmaking e crowdsourcing, o que contribuirá para o desenvolvimento de soluções eficazes, estimulando inovações disruptivas e transformadoras em toda a indústria de serviços financeiros.

“O laboratório digital fintech FinHub 973 apoiará uma transição perfeita para as operações bancárias digitais, ao mesmo tempo que acelera a transformação para uma economia digital movida a inteligência artificial”, disse Rasheed Al Maraj, governador do Banco Central do Bahrein.

Quer abrir sua própria startup? Saiba como com os fundadores da ACE Startups

Bahrein quer se tornar centro financeiro de referência

Para ele, o lançamento do FinHub 973 reafirma a visão do Banco Central do Bahrein de expandir a infraestrutura em tecnologia financeira, desbloquear oportunidades de inovação e apresentar produtos financeiros novos e inovadores ao mercado. “As consequências da covid-19 provaram a grande importância de expandir o banco digital e fornecer soluções adequadas para sistemas de pagamento eletrônico. O Banco Central logo percebeu a importância de desenvolver continuamente a infraestrutura do setor bancário, colocando-se na vanguarda dos órgãos reguladores que apoiam a inovação, a fim de estabelecer a posição do Bahrein como um centro financeiro de referência”, afirmou.

O lançamento do FinHub 973 segue as recentes iniciativas do Banco Central do Bahrein para promover a inovação no setor financeiro do país, incluindo o lançamento do Regulatory Sandbox em 2017, o estabelecimento de uma Unidade de Fintech e Inovação dentro do próprio banco e a emissão de regulamentações para open banking, criptoativos e cloud computing, entre outros.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.