Bitcoin registra a maior queda de preço em um único dia da sua história

Preço da criptomoeda despencou 10 mil dólares em apenas 19 horas, maior valor já registrado em um único dia; preço do ativo digital já recuperou parte das perdas

A queda no preço do bitcoin, na manhã desta segunda-feira, 22, foi a maior da história da criptomoeda em valores absolutos. Foram mais de 10 mil dólares de diferença em apenas 19 horas, quando o bitcoin passou de cerca de 58 mil para 47.700 dólares.

Apesar do susto nos investidores, a maior criptomoeda do mundo recuperou boa parte do valor em poucos minutos, voltando a ser negociada na faixa de 53 mil dólares cerca de 15 minutos depois de atingir a mínima do dia.

O valor de mercado do bitcoin, que na última sexta-feira chegou a 1 trilhão de dólares pela primeira vez, ainda busca recuperar a marca e atualmente está em 985 bilhões de dólares.

Antes do movimento desta segunda, a maior queda de preço da história do bitcoin tinha acontecido em 11 janeiro, quando passou de 40 mil para 32 mil dólares — na época, a criptomoeda ficou alguns dias sendo negociada nessa faixa de preço antes de retomar sua tendência de alta que levou o preço até o recorde de 58.500 dólares registrado no último fim de semana.

O movimento de baixa experimentado pelo ativo digital nesta segunda não foi exatamente uma surpresa para o mercado cripto. Em alta acelerada há algumas semanas, uma correção nos preços já era esperada por boa parte dos analistas e dos investidores.

"Uma queda no preço do bitcoin como essa é exatamente o que o médico receitou. Eu sempre penso nisso como aquela tempestade de verão depois de vários dias de calor sufocante. Nós vamos sair e danças e quando acabar, estaremos revigorados, aliviados e energizados, prontos para voltar. Pode vir!", brincou o analista Jason Deane, da Quantum Economics, no Twitter.

“Só eu fico aliviado quando a força vendedora do bitcoin chega? Você sabe que ela está vindo, mas quando finalmente chega, você pode mudar para o modo 'buy the dip'”, publicou Raoul Pal, ex-gestor de fundos de hedge e famoso entusiasta do bitcoin — a expressão "buy the dip" significa "comprar na baixa".

Apesar da correção não ter sido exatamente uma surpresa para os investidores, isso não impediu que diversas posições em aberto no mercado de contratos futuros de bitcoin fossem liquidadas — os dados mostram mais de 1 bilhão de dólares em liquidações automáticas nesta manhã.

Depois de muita volatilidade pela manhã, o preço do bitcoin permanece estável, negociado na faixa de 53.600 dólares no mercado internacional e 300 mil reais nas exchanges brasileiras, uma queda de 7% nas últimas 24 horas.

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.