Future of Money

Criador do blockchain Cardano diz que cripto e IA "sofrem com o mesmo problema"

Charles Hoskinson rebateu críticas recente ao seu projeto e defendeu visão de longo prazo ao avaliar novas tecnologias

Integração entre blockchain e IA tem crescido no mercado (Reprodução/Reprodução)

Integração entre blockchain e IA tem crescido no mercado (Reprodução/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 8 de abril de 2024 às 15h12.

Última atualização em 9 de abril de 2024 às 16h12.

Charles Hoskinson, mais conhecido por ser um dos criadores do blockchain Cardano, rebateu no último domingo, 7, as críticas recentes feitas no mercado contra o seu projeto. Na visão do desenvolvedor, o mercado de criptomoedas ainda sofre com uma falta de visão de longo prazo, algo que também se tornou um problema para o setor de inteligência artificial.

Hoskinson falou sobre o tema em uma publicação no X, antigo Twitter, como uma reação aos comentários negativos recentes sobre a Cardano. Analistas apontam que o blockchain e sua criptomoeda têm decepcionado em 2024, com um desempenho abaixo do esperado e também defasado em relação às altas de outros projetos relevantes, como a Ethereum e a Solana.

"Ver todas as críticas contra a Cardano me faz sorrir um pouco. Estamos com todas as cartas na mão como um ecossistema. Temos o melhor caminho para escalabilidade, governança e inovação. Também temos a melhor comunidade", defendeu o desenvolvedor. Ele destacou ainda que, em breve, o blockchain passará por uma nova atualização.

Nesse sentido, ele afirmou que "eu não apostaria contra um ecossistema com a capacidade de envolver e chegar a milhões de pessoas, ter um fundo soberano em rede e nunca ter falhado em mais de 2.300 dias de atividade, 24 horas por dia, sete dias por semana".

O criador da Cardano opinou ainda que "o problema com a nossa indústria é que permitimos que narrativas de curto prazo e pessimistas dominem a conversa. A inteligência artificial tem o mesmo problema. Há alguns meses, a OpenAI dominava tudo, depois o Claude 3, agora temos o Grok 1.5 e logo o Llama 3", fazendo referência a vários grandes modelos de linguagem (LLM) que têm sido lançados no mercado.

"Os vencedores têm fundações construídas para durar gerações e uma comunidade que respeita e mantém essas fundações. Não há substituto para esta realidade", disse ainda Hoskinson, reforçando sua visão positiva quanto ao futuro da Cardano. No acumulado do ano, a criptomoeda do projeto, a ada, acumula ganhos de 3%, bem distante de valorizações como de 69% do bitcoin, 61% do ether e 77% da Solana.

Recentemente, Fernando Pereira, analista da corretora cripto Bitget, apontou a ada como uma das cinco criptomoedas no mercado para não comprar no momento, prevendo que ela e outros ativos deverão ter uma tendência de queda no curto prazo, e não alta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:BlockchainCriptomoedasCriptoativosInteligência artificialexame-ceo

Mais de Future of Money

Desenvolvedor se desculpa após roubar mais de R$ 2 milhões em criptomoedas e perder tudo em apostas

"A gente acredita muito no bitcoin", diz CEO do Nubank após área de cripto crescer 1.500%

Bitcoin dispara com dados de inflação nos EUA e cenário macro será "decisivo" para cripto

Worldcoin, projeto de Sam Altman, muda sistema de privacidade e deleta dados de usuários

Mais na Exame