Future of Money

Caixa, Elo e Microsoft vão lançar sistema de pagamentos offline no Brasil

Empresas afirmam que projeto que não exige conexão com a internet é o primeiro do tipo para o mercado brasileiro

Meios de pagamento seguem processo de modernização no Brasil (Reprodução/Reprodução)

Meios de pagamento seguem processo de modernização no Brasil (Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 28 de junho de 2024 às 10h40.

A Caixa Econômica Federal, em parceria com a Elo e a Microsoft, anunciou na última quinta-feira, 27, o primeiro sistema de pagamentos digitais offline de um banco no Brasil. A tecnologia permitirá a realização de transações financeiras mesmo sem acesso à internet, beneficiando especialmente regiões remotas e pouco assistidas do país.

De acordo com as empresas, o sistema de pagamento offline permitirá que os beneficiários de programas sociais recebam e utilizem seus benefícios, como o Bolsa Família, sem precisar se deslocar para áreas urbanas. A tecnologia funcionará através de cartões pré-pagos e aplicativos, onde os valores dos benefícios serão creditados.

As transações de compra e venda poderão ser realizadas de maneira offline, com as informações sendo sincronizadas automaticamente quando o dispositivo estiver online.

"A Caixa está pronta para realizar o serviço de fato. Isso vai trazer um grande benefício para regiões mais remotas e pouco assistidas, o que facilitará significativamente o pagamento de benefícios sociais a essas localidades. A utilização da tecnologia também ajuda a criar novos produtos e oportunidades de negócios para todos os segmentos do banco, trazendo facilidades e benefícios aos clientes da Caixa", disse Marcos Brasiliano, vice-presidente de Finanças e Controladoria da Caixa.

A parceria entre Caixa, Elo e Microsoft já finalizou a primeira etapa de testes da nova tecnologia. A próxima fase de testes está programada para agosto deste ano e será realizada nas duas Agências-Barco da Caixa, localizadas no norte do Brasil.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

As empresas destacaram que a próxima fase é "crucial" para garantir que a tecnologia funcione adequadamente em áreas com pouca ou nenhuma conectividade à internet. Embora ainda não tenha anunciado uma data para o lançamento da solução, tudo indica que a Caixa pretende implementar o sistema ainda neste ano.

Pagamentos offline com o Drex

Com o anúncio, e possível lançamento ainda em 2024, a Caixa ficou à frente do Banco do Brasil, que junto com a empresa Giesecke & Devrient (G&D) estava desenvolvendo um projeto-piloto para pagamentos offline dentro do Drex.

A solução em estudo foi apresentada no programa Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (Lift Challenge), promovido pelo Banco Central. Durante o evento, em 2023, Severino Sequeira, executivo da Giesecke+Devrient, explicou que a proposta funcionaria como um cartão que pode ser carregado com stablecoins do Drex e utilizado para pagar por produtos e serviços sem a necessidade da internet.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CaixaEloMicrosoftmeios-de-pagamento

Mais de Future of Money

Bitcoin ou ether: o que comprar após forte queda das criptomoedas?

Empresa brasileira usa tokenização para permitir investimentos em hits do piseiro

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Mais na Exame