Acompanhe:

O bitcoin tem tido um começo de 2023 bem diferente do ano anterior, acumulando uma forte valorização em meio a uma tendência de alta que ganhou um novo fôlego nos últimos dias. Em seu maior patamar desde junho de 2022, a criptomoeda superou com tranquilidade outras opções de investimento mais tradicionais, caso do ouro, CDI e dos índices de bolsas Ibovespa e S&P 500.

De acordo com um levantamento produzido por Einar Rivero, head comercial do hub de investimentos TradeMap, a pedido da EXAME, a maior criptomoeda do mercado acumula alta de 51,97% até a última quinta-feira, 16. Com isso, ela lidera o ranking elaborado, que inclui 15 opções diferentes de investimento.

Em segundo lugar, está o Nasdaq, índice que reúne as principais ações da bolsa de mesmo nome, concentrada no setor de tecnologia. Ele acumula uma valorização de 11,95%, menor que a do bitcoin mas reforçando as correlações de comportamento entre essa classe de ativos e as criptomoedas.

O terceiro lugar ficou com o BDRX, um índice que reúne os recibos de ações estrangeiras negociadas na bolsa brasileira (BDRs, na sigla em inglês), com alta de 7,48%. O ouro ficou no quarto lugar, com 5,23%. O mineral costuma valorizar quando investidores possuem aversão a risco e querem proteger seu patrimônio. Outras commodities, como petróleo, também acumulam queda no ano.

Já o S&P 500, que reúne as principais ações das bolsas dos Estados Unidos, acumula crescimento de 3,15%. Considerando as opções de renda fixa, o CDI subiu 2,68% no período analisado, e a poupança deve encerrar 31 de março com rendimento de 2,08%. Entre as moedas fiduciárias, o dólar e o euro acumulam valorização de 1,37% e 0,89%, respectivamente, em relação ao real.

E, diferentemente do bitcoin, algumas modalidades importantes de investimento no Brasil acumulam prejuízo até 16 de março. É o caso do Ibovespa, principal índice de ações brasileiras, com perda de 5,74%, e do IFIX, índice de fundos imobiliários, com queda de 3,14%.

Investimentos 2023

(TradeMap/Reprodução/Reprodução)

Para especialistas, a forte alta do bitcoin em 2023 está ligada à mudança de perspectiva do mercado quanto ao ciclo de alta de juros nos Estados Unidos. Os investidores passaram a projetar uma postura mais branda do Federal Reserve reforçada após as recentes falências bancárias , com altas menores e possíveis cortes já no segundo semestre.

O cenário favorece ativos considerados mais arriscados, caso das criptomoedas, já que torna a renda fixa americana menos atrativa e reduz temores sobre uma possível recessão na maior economia do mundo. Além disso, outros analistas apontam mais motivos que podem estar ajudando o mercado cripto.

Especificamente no caso do bitcoin, especialistas acreditam que a crise no sistema bancário reforça a tese da criptomoeda, que surgiu como uma alternativa descentralizada no sistema financeiro, e por isso está atraindo investidores. Outros apontam uma possível mudança de visão no mercado, com a ideia de que o bitcoin seria um "ouro digital" ganhando mais adeptos.

Cuidados ao investir no bitcoin

Por mais que as criptomoedas estejam acumulando uma forte valorização em 2023, o que torna essa modalidade de investimento mais atraente, é preciso tomar alguns cuidados. O principal apontado por especialistas é ter uma alocação correta no portfólio, com aplicações menores para garantir, ao mesmo tempo, diversificação, participação nos ganhos do segmento e redução de perdas em caso de volatilidade.

Outro cuidado importante que deve ser tomado envolve os golpes financeiros. Já conhecidos no mercado, eles também existem envolvendo o bitcoin e outras criptomoedas. Nesse caso, o mais recomendado é pesquisar antes de decidir realizar um investimento com uma empresa ou pessoa, e não acreditar em promessas de ganhos fixos mensais significativos, como os de 5% ao mês.

Além disso, é válido ter uma visão de longo prazo ao aportar nos criptoativos. Por mais que no curto prazo o setor registre uma alta volatilidade, com fortes ganhos e perdas, especialistas acreditam em uma tendência de valorização intensa nos próximos anos, conforme sua adoção aumenta. Por isso, um bom conselho é deixar os aportes no setor "descansando", e esperar um período de tempo maior antes de encerrá-los para obter lucros.

Sabia que você pode investir em bitcoin, ether, Polkadot e muitas outras moedas digitais direto no app da Mynt? Comece com R$ 100 e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Clique aqui para abrir sua conta gratuitamente.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | TikTok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Chegou a hora: halving do bitcoin ocorre nesta sexta; saiba o detalhes
Future of Money

Chegou a hora: halving do bitcoin ocorre nesta sexta; saiba o detalhes

Há 3 horas

JPMorgan diz que preço do bitcoin está “sobrecomprado” provavelmente vai cair após o halving
Future of Money

JPMorgan diz que preço do bitcoin está “sobrecomprado” provavelmente vai cair após o halving

Há 5 horas

Halving não impulsionou máximas sozinho no passado, alega Goldman Sachs
Future of Money

Halving não impulsionou máximas sozinho no passado, alega Goldman Sachs

Há 8 horas

Corretoras cripto recuperaram confiança do público perdida com crise da FTX, diz executivo da OKX
Future of Money

Corretoras cripto recuperaram confiança do público perdida com crise da FTX, diz executivo da OKX

Há 9 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais