Bitcoin falha em romper resistência, cai 3% e testa suporte em US$48.000

Vendedores de bitcoin continuam ativos na faixa de resistência dos 50 mil dólares; defesa do suporte inicial, por volta de US$ 48 mil, pode estabilizar recuo

A criptomoeda é negociada por 48.902 dólares no momento (Yuriko Nakao/Getty Images)

A criptomoeda é negociada por 48.902 dólares no momento (Yuriko Nakao/Getty Images)

Coindesk

Coindesk

Publicado em 24 de agosto de 2021 às 10h46.

O fluxo de venda de bitcoin voltou a aparecer depois da criptomoeda subir até o nível de resistência na faixa dos 50 mil dólares, atingido na última segunda-feira, 23. Os vendedores continuaram ativos durante a madrugada e fizeram o preço da criptomoeda recuar - no momento, é negociada a 48.602 dólares.

Com alta acumulada próxima de 7% na última semana, o preço do bitcion recuou cerca de 3% nas últimas 24 horas e pode testar novos suportes. O suporte inicial é visto por especialistas na faixa dos 48 mil dólares, o que pode estabilizar o recuo de preço - ou, se rompido, levar a criptomoeda a buscar novas mínimas.

(TradingView/Coindesk)

Atualmente, o bitcoin testa a média móvel dos últimos 100 dias no gráfico diário, apesar do índice de força relativa (RSI) ainda não indicar sobrevenda.

A pressão vendedora pode diminuir em níveis de suporte mais baixos, entre 45 e 48 mil dólares.

As altas do dia 6 de agosto que levaram o bitcoin acima dos 42 mil dólares são encorajadoras, especialmente considerando o retorno do impulso ascendente.

Os compradores precisarão defender o suporte para atingir o próximo objetivo de alta, na faixa dos 55 mil dólares.

Texto traduzido e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes: Instagram | Twitter | YouTube

Mais de Future of Money

Halving: agora que o evento já aconteceu, entenda como ele vai continuar impactando o bitcoin

Bitcoin pode ter "verão das finanças descentralizadas" após halving, diz gestora bilionária

Brasileiros investem R$ 28,7 milhões em fundos de cripto e ignoram queda internacional

Mineradores podem trocar bitcoin por inteligência artificial após halving; entenda

Mais na Exame