Queniano bate mais uma vez recorde mundial na Maratona de Berlim

Eliud Kipchoge quebrou o próprio recorde conquistado durante a mesma prova em 2018
Kipchoge venceu 45.526 corredores de 157 países (Alexander Hassenstein/Getty Images)
Kipchoge venceu 45.526 corredores de 157 países (Alexander Hassenstein/Getty Images)
I
Isabela Rovaroto

Publicado em 25/09/2022 às 10:50.

Última atualização em 25/09/2022 às 11:01.

O queniano Eliud Kipchoge correu neste domingo, 25, a Maratona de Berlim em 2h01m09 e bateu em meio minuto o recorde mundial, feito por ele mesmo em 2018 na mesma prova.

Kipchoge chegou na frente de 45.526 corredores de 157 países inscritos na prova.

Antes da prova, o queniano disse que não queria se comprometer com o tempo, mas que aceitaria se o recorde viesse.

"Eu sempre digo, se você quer se superar, venha para Berlim", disse o atleta.

Eliud não só se superou, mas superou todo mundo. Além de recordista, Kipchoge é bicampeão Olímpico, com medalhas em Tóquio 2021 e Rio 2016.

Com quatro vitórias, o queniano está empatado com etíope Haile Gebrselassie como o maior vencedor da história. Haile venceu a competição entre 2006 e 2009.

VEJA TAMBÉM:

Jogos de futebol hoje, domingo, 25; onde assistir ao vivo e horários

Quando será o debate para presidente na Globo? Veja como assistir ao vivo

Terra se defende de colisão com asteroide nesta segunda; entenda ameaça