Esporte

Quem é Jannik Sinner, tenista que desbancou Djokovic e se tornou número 1 do mundo

Tenista italiano assume o posto mais alto do ranking no próximo dia 10 de junho

Sinner é o primeiro italiano a assumir o posto de número 1 do mundo (Eduardo Munoz/Getty Images)

Sinner é o primeiro italiano a assumir o posto de número 1 do mundo (Eduardo Munoz/Getty Images)

Fernando Olivieri
Fernando Olivieri

Redator na Exame

Publicado em 5 de junho de 2024 às 10h47.

No dia 10 de junho de 2024, o mundo do tênis será palco de um momento histórico: Jannik Sinner, jovem italiano de apenas 22 anos, assumirá o posto mais alto do ranking mundial da ATP, desbancando Novak Djokovic. Essa conquista notável consolida Sinner como um dos maiores talentos da nova geração e acende a esperança para o futuro do tênis italiano.

Nascido em San Candido, nas montanhas do norte da Itália, Sinner se apaixonou pelo tênis desde cedo. Aos 8 anos, já se destacava nas quadras, trocando o esqui, seu esporte inicial, pelo tênis. Sua paixão e talento o impulsionaram rapidamente nas categorias de base.

Aos 16 anos, Sinner conquistou seu primeiro título da ITF, demonstrando seu grande potencial. No ano seguinte, aos 17 anos, quebrou recordes ao se tornar o mais jovem jogador a vencer um torneio ATP em 14 anos. Essa vitória impressionante destacou Sinner como um nome a ser observado no cenário global do tênis.

Sua força nos golpes, aliada à precisão e consistência, o tornam um adversário formidável em qualquer superfície. Sinner combina a potência dos seus golpes com uma técnica impecável, demonstrando maestria em diferentes jogadas.

Sua habilidade de se adaptar a diferentes estilos de jogo e sua mentalidade vencedora o colocam em um nível superior. Sinner não se intimida com os desafios e enfrenta cada partida com determinação. Essa resiliência mental e a capacidade de se superar a cada jogo o definem como um dos jogadores mais completos do circuito.

Ano histórico

Apesar da pouca idade, Jannik Sinner já acumula conquistas impressionantes. Venceu seis títulos da ATP, incluindo dois Masters 1000, e está na semifinal de Roland Garros em 2024. Sua performance consistente e evolução contínua o colocam como um dos favoritos para conquistar os maiores títulos do tênis nos próximos anos. Além disso, Sinner foi campeão do Aberto da Austrália em janeiro.

Em 1º de abril, Sinner ascendeu ao número 2 do mundo e agora dará o passo final rumo ao topo do esporte, desbancando Djokovic, que ocupou o posto de número 1 por mais semanas do que qualquer outro jogador na história (429 até o final de Roland Garros).

Sinner é apenas o segundo jogador nascido nos anos 2000 a alcançar o auge, juntando-se a Carlos Alcaraz. Apenas seis jogadores ativos chegaram ao número 1 do mundo: Djokovic, Rafael Nadal, Andy Murray, Daniil Medvedev, Alcaraz e agora Sinner.

A ascensão de Sinner ao topo do ranking mundial representa uma mudança significativa no panorama do tênis. Ele é o primeiro italiano a alcançar essa posição e inspira uma nova geração de jogadores em seu país e ao redor do mundo. Sua presença no topo do ranking promete trazer mais emoção e competitividade ao esporte, inaugurando uma nova era de disputas acirradas e talentos excepcionais.

Acompanhe tudo sobre:Tênis (esporte)

Mais de Esporte

Jogos de hoje, quarta-feira, 5, onde assistir ao vivo e horários

Federação inglesa quer banir Paquetá 'para sempre' caso atleta seja condenado

Internacional x Real Tomayapo: onde assistir, horário e escalações pela Copa Sul-Americana

Onde vai ser a final da Libertadores 2024?

Mais na Exame