Esporte

Anderson Silva confirma aposentadoria e revela data de última luta no Brasil

Ex-UFC lutará contra o arquirrival Chael Sonnen, em um combate de boxe no dia 15 de junho

Anderson Silva tem um cartel de duas vitórias, duas derrota e um empate no boxe. (Jeff Bottari/Getty Images)

Anderson Silva tem um cartel de duas vitórias, duas derrota e um empate no boxe. (Jeff Bottari/Getty Images)

Fernando Olivieri
Fernando Olivieri

Redator na Exame

Publicado em 22 de maio de 2024 às 11h30.

Uma das maiores rivalidades da história das artes marciais mistas (MMA) será reativada no próximo mês. O ex-campeão peso-médio do UFC, Anderson Silva, enfrentará Chael Sonnen em uma luta de boxe no dia 15 de junho, no Brasil, anunciou a promoção da Spaten Fight Night no domingo (18). Silva vinha dando pistas que sua luta final aconteceria na cidade de São Paulo.

Sonnen, de 47 anos, confirmou sua participação nas redes sociais. "Oh Anderson. Sou eu de novo. Vejo você no dia 15 de junho."

Silva, com um cartel de 34 vitórias e 11 derrota, e Sonnen, com 30 vitórias, 17 derrotas e um empate, protagonizaram uma das rivalidades mais memoráveis da história do UFC. Silva estava no meio de um recorde de 16 vitórias consecutivas na maior franquia de MMA do mundo quando encontrou Sonnen em 2010. O desafiante ao título de West Linn, Oregon, era um grande azarão ao entrar em sua primeira luta no UFC 117.

Rivalidade histórica

Sonnen chocou o mundo por 23 minutos daquela luta, dominando Silva com quedas e golpes no chão antes de Silva conseguir um triângulo no final do combate. O UFC planeja induzir essa luta no Hall da Fama no final de junho.

Eles se encontraram novamente dois anos depois, no UFC 148, em uma revanche de grande sucesso em Las Vegas. Silva nocauteou Sonnen com uma joelhada no peito após Sonnen perder o equilíbrio ao tentar um soco giratório.

Silva se aposentou do UFC em 2020, mas desde então lutou boxe profissionalmente quatro vezes. Ele tem um recorde de duas vitórias, um derrota e um empate no ringue, com a única derrota vindo de Jake Paul por decisão em 2022. Sonnen se aposentou do MMA em 2019 após cinco aparições no Bellator MMA. O ex-lutador universitário nunca boxeou profissionalmente.

Silva foi amplamente considerado o maior lutador de todos os tempos em 2010, mas a habilidade de Sonnen em promover a rivalidade com sua conversa fiada sobre a lenda brasileira ajudou a impulsioná-lo ao estrelato.

Acompanhe tudo sobre:UFCEsportesMMA

Mais de Esporte

Grêmio x Internacional: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Cuiabá x Atlético-GO: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Criciúma x Botafogo: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Mais na Exame