ESG

Metas climáticas da Escócia são inatingíveis, diz comitê britânico

Segundo o CCC, as medidas necessárias para atingir o objetivo até o final da década estão "além do que é crível", dizendo que os governantes "falharam" em suas metas ambiciosas

Escócia: país definiu, em 2019, metas mais ambiciosas do que as do Reino Unido como um todo (bluefinart/Getty Images)

Escócia: país definiu, em 2019, metas mais ambiciosas do que as do Reino Unido como um todo (bluefinart/Getty Images)

Publicado em 20 de março de 2024 às 06h39.

O objetivo de redução de emissão de gases do efeito estufa da Escócia até 2030 é inatingível, disse o Comitê de Mudanças Climáticas (CCC, na sigla em inglês), um órgão independente do Reino Unido, nesta quarta-feira, 20. 

Segundo o CCC, as medidas necessárias para atingir o objetivo até o final da década estão "além do que é crível", dizendo que os governantes "falharam" em suas metas ambiciosas. 

O governo escocês disse que o objetivo sempre foi desafiador e que está descarbonizando mais rápido que a média do Reino Unido.

A Escócia não alcançou oito das últimas 12 metas anuais para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Os últimos números, de 2021, mostram que as emissões foram 49,2% menores do que no ano-base de 1990. Para estar no caminho certo para o objetivo, elas teriam que ser 51,1% menores. A meta para 2030 é de 75%.

O objetivo de redução de emissões da Escócia para 2030 é mais rigoroso do que para o Reino Unido como um todo.

Leia também: Shell enfraquece meta de redução de emissões de carbono para 2030

O Parlamento Escocês legislou para reduzir os gases de efeito estufa em 75% em comparação com a meta do Reino Unido de 68% até a mesma data. Em abril de 2019, Nicola Sturgeon, então primeira-ministra, declarou emergência climática, dizendo: "A Escócia cumprirá com nossa responsabilidade de enfrentá-la."

O comitê independente, que aconselha o Reino Unido e os governos descentralizados sobre mudanças climáticas, tem alertado repetidamente que a meta intermediária de 2030 está em risco.

A avaliação do comitê é de que as ações do governo escocês "continuam muito aquém" do que é legalmente necessário para alcançar as metas. Além das emissões, outros indicadores como vendas de vans elétricas, plantio de árvores e taxas de reciclagem são decepcionantes, segundo o órgão.

Segundo o CCC, não houve progresso nas taxas de reciclagem nos últimos 10 anos e as novas vendas de carros elétricos na Escócia são menores do que para o Reino Unido como um todo.

Os únicos setores nos quais as emissões estão diminuindo em um ritmo rápido o suficiente são energia, graças ao uso mais amplo de renováveis, e aviação e transporte marítimo, cujas emissões estagnaram devido à pandemia, disse o CCC.

O chefe executivo do CCC, Chris Stark, disse à BBC que "esta é a primeira vez, em qualquer lugar do Reino Unido, que dizemos que há um alvo que não pode ser alcançado". 

A Oxfam Scotland descreveu isso como uma traição tanto para as futuras gerações quanto para as comunidades em países mais pobres que já enfrentam as "consequências catastróficas das mudanças climáticas".

A Secretária de Net Zero da Escócia, Mairi McAllan, respondeu, segundo a BBC, que "o Comitê de Mudanças Climáticas sempre deixou claro que alcançar a meta legislada de 2030 - acordada pelo Parlamento de forma bipartidária - será extremamente desafiador e pode não ser viável". "Permanecemos totalmente comprometidos em cumprir nossa meta de zero emissões líquidas até 2045", acrescentou. 

No ano passado, o governo escocês deveria ter publicado seu plano de como acelerar o progresso, o que ainda não aconteceu. O documento deveria delinear como colocar o país no caminho certo para atingir emissões líquidas zero de carbono até 2045, cinco anos antes do que o Reino Unido como um todo.

Acompanhe tudo sobre:EscóciaAquecimento global

Mais de ESG

Na Inglaterra, Celso Athayde conta sobre a Conferência Internacional das Favelas

Vibra capacita motoristas e frentistas em ação contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

Por que no dia 17 de maio é celebrado o dia mundial da reciclagem?

Dia mundial da reciclagem: Onde descartar lixo reciclável em SP?

Mais na Exame