Apresentado por AMBIPAR

Carbono zero: a grande vitória do Sertões, o maior rali do mundo

Evento conseguiu neutralizar as emissões de CO2 com a ajuda da Ambify, plataforma de compensação de carbono da Ambipar
Sertões: considerado o maior rali do mundo, evento compensou as emissões de CO2 com o apoio da Ambify (Rodrigo Barreto/Divulgação)
Sertões: considerado o maior rali do mundo, evento compensou as emissões de CO2 com o apoio da Ambify (Rodrigo Barreto/Divulgação)
e
exame.solutions

Publicado em 05/10/2022 às 07:30.

Última atualização em 05/10/2022 às 09:43.

Foram 15 dias de evento, com 14 etapas e mais de 7 mil quilômetros percorridos de Norte a Sul do país. A 30ª edição do Sertões, que aconteceu de 26 de agosto a 10 de setembro, termina com um grande marco: a compensação de todas as emissões de CO2.

Para tornar isso possível, o evento contou com o apoio da Ambify – empresa do Grupo Ambipar voltada para iniciativas de carbono. “Esperamos que esta parceria seja a primeira de muitas, e juntos possamos conscientizar a sociedade sobre a importância do combate às mudanças climáticas e a preservação do meio ambiente”, afirma João Valente, diretor de ativos digitais da Ambipar.

Ao todo, estima-se que 3,4 mil toneladas de CO₂ tenham sido compensadas ao longo das provas, que movimentaram mais de 2 mil colaboradores, cerca de 300 competidores, além de uma logística que envolveu carros, motos, quadriciclos, como UTVs, aviões e helicópteros de apoio.

O cálculo foi feito pela Ambify por meio de uma metodologia apoiada no Programa Brasileiro do Protocolo GHG e auditada pela SGS, com base em informações levantadas pelos organizadores do evento.

Como aconteceu a compensação de CO2?

Para cada quilo de CO₂ emitido na atmosfera, o Sertões adquiriu créditos de carbono. Cada um deles representou um investimento em projetos certificados de geração de crédito de carbono voltados para a proteção da biodiversidade e da mata, substituição de fonte energética, entre outros.

Toda a transação feita pela Ambify utiliza blockchain, uma tecnologia que, ao armazenar dados em blocos interligados, garante a transparência, a integridade, o lastro e o registro de todos os créditos disponibilizados na plataforma.

Além disso, eles são certificados pelo Programa VCS da Verra, maior autoridade de certificação internacional de projetos de crédito de carbono do mercado voluntário.

O ESG do Sertões

Assim como a Ambify, que destina um percentual de seu faturamento a projetos sociais de parceiros, como o Instituto Jô Clemente (Antiga Apae de São Paulo), o Médicos sem Fronteiras e o Instituto Luz Alliance, o Sertões também defende causas.

SAS Brasil: braço social do Sertões, startup já beneficiou mais de 130 mil pessoas (Fernanda Ary/Divulgação)

Além de ações que incentivam a redução do consumo de água na lavagem dos carros, da coleta e a destinação correta de resíduos líquidos como o óleo, a neutralização das emissões de carbono, o evento também leva atendimento médico gratuito por onde passa, por meio da SAS Brasil.

Braço social do rali, a startup social atua desde 2013 percorrendo, de forma itinerante, cidades carentes de acesso a médicos especialistas. Entre atendimentos presenciais e remotos, já são mais de 130 mil pessoas beneficiadas em cerca de 200 cidades de 21 estados brasileiros. E assim o evento leva sua mensagem e principalmente seu impacto positivo aos quatro cantos do país.