Esfera Brasil
Acompanhe:

Digital transformou de vez modo de falar de política, diz marqueteiro de Temer

Para Elsinho Mouco, as eleições de 2022 deram aula de marketing e mostraram que digital é que pautará campanhas daqui para a frente

O especialista em comunicação política Elsinho Mouco com o ex-presidente Michel Temer (Divulgação/Divulgação)

O especialista em comunicação política Elsinho Mouco com o ex-presidente Michel Temer (Divulgação/Divulgação)

E
Esfera Brasil

Publicado em 27 de dezembro de 2022, 10h30.

Passada uma das eleições mais polarizadas dos últimos anos, a análise de especialistas em comunicação de campanhas é que o crescimento do digital transformou de vez a forma de falar de política. A comunicação com o público por meio das redes sociais foi um dos grandes investimentos das campanhas em 2022.

Elsinho Mouco, responsável pela comunicação do ex-presidente da República Michel Temer, confirma a tendência e diz que as redes sociais e as mídias tradicionais já andam juntas de forma consolidada. Em entrevista à Esfera Brasil, ele afirma que a última eleição foi uma lição de marketing dos dois lados com a mudança na estruturação e, atualmente, o digital é um braço de grande peso para a comunicação.

“Eu sou da época que a gente fazia rádio e televisão e o digital era só o pessoal do site, onde entrava a agenda do candidato, o discurso e o programa da televisão do dia anterior. Hoje o pessoal de digital participa da reunião que define a produção, pois é o digital que repercute a campanha”, diz.

O esforço dos candidatos que disputaram a Presidência no segundo turno, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), em fazer parte do mundo digital é um ponto que merece destaque, segundo Mouco. “O Lula foi buscar no deputado André Janones o lado nativo digital dele. O Bolsonaro buscou o Nikolas Ferreira, o garoto que fala com as redes [e foi eleito deputado federal por MG]. E a gente viu material de todo tipo, crises e viés de crescimento com o jogador Neymar e o cantor Gusttavo Lima, por exemplo. Uma campanha que dormia vitoriosa, no outro dia estava com uma granada no colo”, explicou Mouco.

O comunicador acredita que as mudanças ajudarão a fortalecer a democracia. “O digital está aí para deixar a gente mais rápido. É preciso trabalhar com criatividade, rapidez e conteúdo. Daqui a dois anos tem eleições para prefeitura e vai vir coisa nova”, afirmou.