Tombini defende uso de medidas macroprudenciais por BCs

Segundo o presidente do Banco Central, essas medidas podem ser usadas para o propósito de estabilidade financeira

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, defendeu o uso de medidas macroprudenciais pelos bancos centrais, durante debate no Fórum Econômico Mundial.

"Medidas macroprudenciais podem ser usadas para propósito de estabilidade financeira", disse nesta manhã em painel sobre o futuro da política monetária. A intervenção de Tombini aconteceu após ser questionado sobre o fraco ritmo de crescimento da economia brasileira.

Depois de argumentar que o Brasil deve ganhar velocidade com as iniciativas pró-crescimento executadas pelo governo, o presidente do BC disse que também queria comentar sobre medidas macroprudenciais - tema de uma questão anterior feita a outros banqueiros centrais presentes ao debate.

"Queria falar sobre as medidas macroprudenciais porque nós introduzimos essa ferramenta no Brasil", explicou Tombini.

Para o presidente do BC, esse novo ferramental usado pelo BC brasileiro se mostrou eficiente, já que conseguiu levar o crescimento do crédito, por exemplo, para um nível de expansão sustentável nos últimos anos.

Diante desse bom resultado, Tombini defendeu esse tipo de expediente. "Macroprudenciais podem ser usadas para propósito de estabilidade financeira", comentou antes de ser interrompido pelo apresentador do debate.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.