A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Reunião de especialistas da Opep tem avanço, dizem fontes

A Opep alcançou acordo em setembro para reduzir a produção para uma faixa de 32,5 milhões a 33 milhões de barris por dia, seu 1º corte desde 2008

Viena/Dubai - Especialistas da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) obtiveram algum processo no primeiro dos dois dias de duração de uma reunião para acertar detalhes do plano do grupo para cortar a produção de petróleo, disseram fontes da Opep nesta segunda-feira, com alguns demonstrando otimismo sobre a perspectiva de um acerto final.

A segunda reunião do comitê de alto nível começou às 6:30 (horário de Brasília).

O comitê é um órgão técnico composto principalmente por delegados da Opep e representantes nacionais -- autoridades que respondem aos seus respectivos ministros.

Mais de sete horas depois, as primeiras conversas do dia ainda não haviam terminado, mas delegados disseram que estavam fazendo progresso e que a reunião estava marcada para ser retomada na terça-feira às 6h.

"Algum progresso", disse um dos delegados. Um segundo delegado disse que estava otimista de que o grupo de 14 países iria chegar a um acordo final quando seus ministros se encontrarem em Viena em 30 de novembro.

Outra fonte disse que havia "algumas preocupações" por parte do Irã, mas que as discussões estavam acontecendo e que estava confiante de que haveria um acordo em 30 de novembro.

A Opep alcançou acordo em setembro para reduzir a produção de petróleo para uma faixa de 32,5 milhões a 33 milhões de barris por dia, seu primeiro corte de produção desde 2008, para impulsionar os preços.

O comitê de alto nível não decide sobre políticas, mas fará recomendações para o encontro ministerial da Opep em 30 de novembro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também