PMI de indústria da zona do euro desacelera em agosto

O subíndice de produção avançou para 53,9 ante 53,6, acima da preliminar de 53,8

Londres - O crescimento industrial da zona do euro desacelerou em agosto, apesar do leve aumento dos preços das fábricas, ampliando as preocupações do Banco Central Europeu (BCE) no momento em que busca impulsionar a inflação e a expansão, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI final de indústria do Markit atingiu 52,3 no mês passado, abaixo da preliminar que havia sugerido estabilidade ante os 52,4 de julho. O índice está, entretanto, acima da marca de 50 que separa crescimento de contração há mais de dois anos.

O subíndice de produção avançou para 53,9 ante 53,6, acima da preliminar de 53,8.

"Por países, Holanda, Itália e Irlanda continuaram a ser os mais impressionantes", disse o economista sênior do Markit Rob Dobson. "Embora tenha havido sinais de desaceleração do crescimento da indústria nesses países, isso foi amplamente compensado por uma aceleração sólida na Alemanha."

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.