Acompanhe:

O primeiro-ministro australiano Anthony Albanese deve anunciar que seu país concederá vistos de negócios mais longos e uma linha de financiamento de US$ 1,3 bilhão como peça central de um pacote para impulsionar o comércio e os investimentos no Sudeste Asiático, aprofundando os laços regionais em um momento de incerteza sobre a relação econômica entre EUA e China.

De acordo com a Bloomberg, Albanese anunciará as medidas em um discurso para alguns executivos em uma cúpula especial entre a Austrália e a Associação das Nações do Sudeste Asiático em Melbourne na terça-feira, dizendo que "o Sudeste Asiático é onde está o futuro da Austrália".

Entre os executivos que participarão do discurso estão Matt Comyn, do Commonwealth Bank of Australia, Kellie Parker, da Rio Tinto Australia, Geraldine Slattery, da BHP Australia, e Shemara Wikramanayake, do Macquarie Group Ltd.

"Em 2022, nosso comércio bilateral com os estados-membros da Asean ultrapassou US$ 115 bilhões - maior do que nosso comércio bilateral com o Japão ou os EUA", dirá Albanese, de acordo com um texto fornecido antes do discurso. "Mas queremos fazer mais."

A Austrália está recebendo os líderes de todas as nações da Asean, exceto Mianmar, para uma cúpula em comemoração aos 50 anos de relações com o bloco. O governo trabalhista de centro-esquerda de Albanese priorizou a melhoria dos vínculos econômicos e de segurança com o Sudeste Asiático em meio à crescente incerteza na região, que vai desde uma China mais assertiva até o possível retorno do ex-presidente dos EUA, Donald Trump.

Ainda segundo a Bloomberg, entre as novas medidas estão o Southeast Asia Investment Financing Facility de US$ 1,4 bilhão, US$ 90,8 milhões ao longo de quatro anos para criar parcerias de financiamento de infraestrutura, bem como políticas de investimento para apoiar empresas australianas no Vietnã e na Indonésia.

Além disso, a Austrália ampliará seus vistos de validade para negócios de três para cinco anos e estenderá o esquema de viajantes frequentes de 10 anos aos países da Asean qualificados, bem como ao Timor Leste.

A Austrália quer aprofundar os laços econômicos com as nações ao norte enquanto tenta encontrar um caminho entre a China, seu maior parceiro comercial, e os EUA, seu principal aliado de segurança

Entre os executivos que participarão do discurso estão Matt Comyn, do Commonwealth Bank of Australia, Kellie Parker, da Rio Tinto Australia, Geraldine Slattery, da BHP Australia, e Shemara Wikramanayake, do Macquarie Group Ltd.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, com tombo de Hong Kong após exportações chinesas
seloMercados

Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, com tombo de Hong Kong após exportações chinesas

Há 3 dias

Governo prorroga isenção de vistos para turistas dos EUA, Japão, Canadá e Austrália
Brasil

Governo prorroga isenção de vistos para turistas dos EUA, Japão, Canadá e Austrália

Há 5 dias

Pequeno país da Ásia vai investir R$ 2,5 bilhões em mineração de bitcoin
Future of Money

Pequeno país da Ásia vai investir R$ 2,5 bilhões em mineração de bitcoin

Há uma semana

Bolsas da Ásia e Pacífico fecham majoritariamente em alta, após rali em Wall Street
seloMercados

Bolsas da Ásia e Pacífico fecham majoritariamente em alta, após rali em Wall Street

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais