Novo modelo de ferrovias pode reduzir frete, diz ANTT

No novo sistema de ferrovias, chamado de "open access" ou modelo horizontal, a estatal Valec vai comprar toda a capacidade da ferrovia do concessionário

	Obras da Valec de ampliação de ferrovia: "A compra de 100% da capacidade pela Valec vai permitir ganho de escala", disse gerente da ANTT
 (Divulgação)
Obras da Valec de ampliação de ferrovia: "A compra de 100% da capacidade pela Valec vai permitir ganho de escala", disse gerente da ANTT (Divulgação)
Por Wladimir D'AndradePublicado em 16/04/2014 18:38 | Última atualização em 16/04/2014 18:38Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) calcula que o novo modelo de ferrovias pode proporcionar uma redução do preço do frete entre 25% e 30% para o usuário final.

De acordo com o gerente de Regulação de Infraestrutura e de Serviços de Transporte Ferroviário de Cargas do órgão, Alexandre Porto, a potencial queda no preço se deve ao ganho de escala que a operação com a Valec pode proporcionar ao adquirir toda a capacidade da ferrovia do concessionário.

No novo sistema de ferrovias, chamado de "open access" ou modelo horizontal, a Valec vai comprar toda a capacidade da ferrovia do concessionário, que ficará responsável apenas pela construção e manutenção da via.

A estatal, então, vai revender esta capacidade para as empresas que desejarem fazer o transporte pela malha.

"A compra de 100% da capacidade pela Valec vai permitir ganho de escala", disse Porto, hoje, após audiência pública sobre a regulamentação da figura do operador ferroviário independente (OFI).

"O usuário da ferrovia vai pagar à Valec apenas pelo trecho que utilizar, então a ociosidade fica com o governo", explicou.

Durante a audiência, as autoridades da ANTT afirmaram que a agência recebeu cerca de 30 contribuições para a regulamentação do OFI. O período de consulta pública vai se encerrar nesta quinta-feira, 17, às 18 horas.