Economia

IPCA de julho tem alta de 0,12%; inflação acumulada de 12 meses avança para 3,99%

O mercado esperava alta mensal de 0,07% e uma aceleração de 3,16% para 3,93% para o acumulado de 12 meses

IPCA: A gasolina foi o subitem com o maior peso individual na inflação, com avanço de 4,79% e variação de 4,75% em relação a junho (Leandro Fonseca/Exame)

IPCA: A gasolina foi o subitem com o maior peso individual na inflação, com avanço de 4,79% e variação de 4,75% em relação a junho (Leandro Fonseca/Exame)

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 11 de agosto de 2023 às 09h02.

Última atualização em 11 de agosto de 2023 às 09h30.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador que é a inflação oficial do Brasil, fechou o mês de julho com alta de 0,12%, aceleração após deflação de 0,08% em junho. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira, 11, pelo IBGE.

No ano, o IPCA acumula alta de 2,99% e, nos últimos 12 meses, de 3,99%, acima dos 3,16% observados nos 12 meses anteriores. Em julho de 2022, a variação havia sido de - 0,68%. O resultado veio levemente acima das expectativas do mercado, que esperava alta mensal de 0,07% e uma aceleração de 3,16% para 3,93% para o acumulado de 12 meses.

O dado deve sacramentar o ritmo de corte de juros do Comitê de Política Monetária em 0,5 ponto percentual (p.p.) nas próximas reuniões. Logo após a reunião do Copom da semana passada, o mercado chegou a especular a possibilidade de o BC apertar o passo, com alguma queda de 0,75 p.p. A projeção do Focus para o IPCA deste ano é de 4,84%.

Como ficou o IPCA de julho de 2023?

  • Inflação de julho: 0,12%
  • Inflação dos últimos 12 meses: 3,99%
  • Inflação no ano: 2,99%

Por que o IPCA de julho subiu?

A alta do IPCA de julho foi puxada pela alta de cinco grupos de produtos e serviços pesquisados, com destaque para o Transportes, com alta de 0,31% p.p e variação de 1,50% em relação ao mês anterior. A gasolina foi o subitem com o maior peso individual na inflação, com avanço de 4,79% e variação de 4,75% em relação a junho.

Em junho, a gasolina havia apresentado queda de 1,14%. “No mês passado, houve reduções aplicadas nas refinarias. “A alta de julho capta a reoneração de impostos, com a volta da cobrança da alíquota cheia de PIS/COFINS”, explica Luiz Almeida, analista da pesquisa do IBGE.

IPCA acumulado de julho de 2022 a julho de 2023

O acumulado dos últimos 12 meses teve alta de 3,99%, após aceleração mensal em julho de 0,12%. No ano, o IPCA acumula alta de 2,99%. A projeção do Focus para o IPCA deste ano é de 4,84%.

Quem calcula o IPCA?

O cálculo do IPCA envolve várias etapas e considerações importantes. Vamos entender como isso é feito:

1. Amostra de produtos e serviços

O IPCA é calculado com base em uma amostra de produtos e serviços que representam os gastos das famílias brasileiras. Essa amostra é composta por cerca de 400 itens, que incluem alimentos, bebidas, habitação, transporte, saúde, educação, entre outros. A seleção dos itens é feita com base em pesquisas de orçamento familiar e em dados de consumo das famílias.

2. Pesquisa de preços

Para calcular o IPCA acumulado, o IBGE realiza uma pesquisa de preços em estabelecimentos comerciais de todo o país. Essa pesquisa é realizada mensalmente e envolve cerca de 30 mil estabelecimentos, incluindo supermercados, lojas de departamento, postos de combustível, entre outros. Os preços dos produtos e serviços são coletados e comparados com os preços do mês anterior.

3. Ponderação dos itens

Os itens da amostra do IPCA são ponderados de acordo com a sua participação nos gastos das famílias brasileiras. Itens que representam uma parcela maior dos gastos têm um peso maior no cálculo do IPCA. Essa ponderação é feita com base em dados de orçamento familiar e em pesquisas de consumo.

4. Cálculo do índice

O IPCA é calculado a partir da variação dos preços dos produtos e serviços da amostra. Essa variação é medida em relação ao mês anterior e é ponderada de acordo com a participação de cada item nos gastos das famílias. O resultado é um índice que reflete a variação média.

O que é IPCA acumulado?

O IPCA acumulado é um indicador que mede a variação dos preços de um conjunto de produtos e serviços ao longo de um determinado período. Ele é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e é considerado o índice oficial de inflação no Brasil. O IPCA acumulado é utilizado para monitorar a inflação e é divulgado mensalmente.

O que significa a sigla IPCA?

A sigla IPCA significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. Ele é um indicador que mede a variação dos preços de um conjunto de produtos e serviços consumidos pelas famílias brasileiras com renda mensal entre um e 40 salários mínimos. O IPCA é calculado pelo IBGE e é considerado o índice oficial de inflação no Brasil. Ele é utilizado para monitorar a inflação e é divulgado mensalmente.

Acompanhe tudo sobre:IPCAInflação

Mais de Economia

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Revisão de gastos não comprometerá programas sociais, garante Tebet

Haddad diz que discutiu com Lula investimentos para pente-fino de benefícios do INSS

Plano Real, 30 anos: Jorge Gerdau e o 'divisor de águas' no desenvolvimento do país

Mais na Exame