Intenção de investimentos da indústria cresce 3,6%, diz FGV

O índice ainda indica que o número de empresas prevendo diminuir investimentos é maior que a quantidade de empresas que esperam aumentar os investimentos.

O Indicador de Intenção de Investimentos da Indústria, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), avançou 3,6% no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o trimestre anterior.

Apesar da melhora, o índice ainda indica que o número de empresas prevendo diminuir investimentos nos próximos 12 meses é maior que a quantidade de empresas que esperam aumentar os investimentos.

A parcela das empresas que preveem investir mais no futuro passou de 18% no segundo trimestre para 19% no terceiro trimestre. Já o percentual de empresas que estimam investir menos caiu de 35% no segundo trimestre para 33% no terceiro trimestre.

Segundo a FGV, a alta do indicador na passagem do segundo para o terceiro trimestre é discreta se comparada às quedas observadas nos seis trimestres anteriores. A intenção de investimentos caiu 33% desde o quarto trimestre de 2013.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.