Inflação perde força em São Paulo, indica Fipe

O grupo alimentação continua liderando os aumentos, mas tem a velocidade de alta diminuindo, passando de 1,12% para 0,95%

São Paulo - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), atingiu 0,19% na terceira prévia de julho. A pesquisa analisou os preços dos produtos e serviços na cidade de São Paulo no período de 23 de junho a 23 de julho, comparados aos vigentes nos 30 dias imediatamente anteriores. O resultado é ligeiramente inferior ao da segunda prévia (0,2%).

O grupo alimentação continua liderando os aumentos, mas  tem a velocidade de alta diminuindo, passando de 1,12% para 0,95%. Entre os itens de destaque estão os produtos in natura, que ficaram 5,48% mais caros. Os legumes subiram 17,54% e as verduras, 7,54%. Mais dois grupos apresentaram redução no ritmo de aumento: despesas pessoais (de 0,34% para 0,22%) e saúde (de 0,4% para 0,28%).

Em sentido oposto, houve elevações em habitação (de -0,1% para 0,04%) e em educação (de 0,19% para 0,31%). Já em transportes, foi registrado a sexta redução seguida de preços com variação de -0,42%. Porém, na pesquisa passada a queda tinha sido mais acentuada (-0,56%).

No grupo vestuário, o índice indicou a terceira queda seguida, ao ficar em -0,44% ante -0,14%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.