Economia

EUA cria 263 mil postos de trabalho em setembro e taxa de desemprego cai a 3,5%

Em setembro, o salário médio por hora teve alta de 0,31% em relação a agosto, ou US$ 0,10, a US$ 32,46, vindo abaixo da previsão de acréscimo de 0,40%

EUA: desemprego recuou para 3,5% em setembro. (Oli Scarff/Reuters)

EUA: desemprego recuou para 3,5% em setembro. (Oli Scarff/Reuters)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 7 de outubro de 2022 às 10h04.

A economia dos Estados Unidos criou 263 mil empregos em setembro em termos líquidos, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 7, pelo Departamento do Trabalho do país. O resultado ficou ligeiramente abaixo da mediana das estimativas de analistas consultados pelo Projeções Broadcast, de 270 mil vagas.

Já a taxa de desemprego dos EUA recuou para 3,5% em setembro, ante 3,7% em agosto, contrariando expectativa de que não mudaria de um mês para o outro. O Departamento do Trabalho confirmou o número de geração de vagas de agosto, em 315 mil, mas revisou o de julho para cima, de 526 mil para 537 mil.

Em setembro, o salário médio por hora teve alta de 0,31% em relação a agosto, ou US$ 0,10, a US$ 32,46, vindo abaixo da previsão de acréscimo de 0,40%. Na comparação anual, houve ganho salarial de 4,98% no último mês, praticamente em linha com a projeção de 5,00%.

Acompanhe tudo sobre:DesempregoEstados Unidos (EUA)

Mais de Economia

STF decide que Receita não pode cobrar tributação do terço de férias antes de agosto de 2020

Análise: Haddad precisa de uma vitória política

TCU aprova contas do governo Lula em 2023, mas aponta distorções de R$ 20 bi

BNDES suspende pagamento de empréstimos do Aeroporto Salgado Filho, no RS, por 12 meses

Mais na Exame