Economia

China vai manter estrutura de política sobre câmbio, diz BC

Segundo o vice-presidente do Banco Central chinês, o país tem mantido o iuane basicamente estável em um nível razoável e equilibrado

Iuane: autoridade afirmou que o banco central precisa avaliar a saúde da economia da China em qualquer decisão sobre elevar a taxa de juros (Arquivo/AFP)

Iuane: autoridade afirmou que o banco central precisa avaliar a saúde da economia da China em qualquer decisão sobre elevar a taxa de juros (Arquivo/AFP)

R

Reuters

Publicado em 6 de março de 2017 às 08h49.

Pequim - A China vai manter sua atual estrutura de política cambial e as diretrizes para gerenciar o fluxo de capital, com base na oferta e demanda de moeda e no valor do iuan contra uma cesta de moedas, afirmou nesta segunda-feira o vice-presidente do banco central chinês Yi Gang.

A China tem mantido o iuane basicamente estável em um nível razoável e equilibrado, disse Yi a repórteres durante a reunião anual do Parlamento do país.

O banco central precisa avaliar a saúde da economia da China em qualquer decisão sobre elevar a taxa de juros, completou Yi quando questionado se o Banco do Povo da China vai aumentar os juros este ano.

Acompanhe tudo sobre:CâmbioChinaIuaneMoedas

Mais de Economia

Exclusivo: Sky fecha parceria com Amazon para vender internet por satélite no Brasil

STF decide que Receita não pode cobrar tributação do terço de férias antes de agosto de 2020

Análise: Haddad precisa de uma vitória política

TCU aprova contas do governo Lula em 2023, mas aponta distorções de R$ 20 bi

Mais na Exame