Ceará anuncia redução do ICMS da gasolina; veja qual será o novo preço

A Secretária da Fazenda do Estado prevê uma perda de R$ 2,1 bilhões na arrecadação tributária com a redução do ICMS
Ceará: A mudança na cobrança do ICMS acontece na esteira da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça, que determinou, na última semana, que as alíquotas do ICMS cobradas sobre todos os combustíveis sejam fixa em todos os estados do país (Ricardo Moraes/Reuters)
Ceará: A mudança na cobrança do ICMS acontece na esteira da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça, que determinou, na última semana, que as alíquotas do ICMS cobradas sobre todos os combustíveis sejam fixa em todos os estados do país (Ricardo Moraes/Reuters)
André Martins
André Martins

Publicado em 04/07/2022 às 15:13.

Última atualização em 04/07/2022 às 16:03.

A governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT), anunciou nesta segunda-feira, 4, redução das alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia elétrica e serviços de transportes para 18%. A secretária da Fazenda do Estado prevê uma perda de R$ 2,1 bilhões na arrecadação tributária com a medida. 

Ao anunciar a redução de 29% para 18%, Izolda afirmou a medida coloca em risco investimentos em saúde e educação. "Continuaremos lutando para que o Estado não perca recursos para a educação, saúde, segurança e programas sociais", disse em publicação em seu Twitter.

A governadora do estado reforçou que busca por uma proposta das ações que estão em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF). Para Izolda, com a redução "só os mais pobres são prejudicados".

A mudança na cobrança do ICMS acontece na esteira da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça, que determinou, na última semana, que as alíquotas do ICMS cobradas sobre todos os combustíveis sejam fixa em todos os estados do país.  A questão pode gerar um 'caos tributário' porque ainda depende de outras decisões e acordos entre estados e União.

VEJA TAMBÉM: Após estados reduzirem ICMS, quando o preço da gasolina vai cair na bomba?

Gasolina vai baixar no Ceará?

Na semana passada, o preço médio do preço da gasolina no Ceará era de R$ 7,57, no período entre 26 de junho e 2 de julho, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP). O combustível foi encontrado sendo vendido com preços entre R$ 6,97 e R$ 8,39.

Com a redução do ICMS no estado, a expectativa do Sindipostos, Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Ceará, é que ocorra uma queda entre R$ 0,70 e R$ 1. Com isso, o valor da gasolina no Ceará chegue a R$ 5,97.

Imbróglio jurídico sobre o ICMS

Ceará foi um dos estados que estava adiando a redução do imposto em meio ao questionamento judicial da medida. Entre os estados que já anunciaram cortes no imposto estão:

  • Alagoas
  • Amapá
  • Bahia
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Paraíba
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Sul
  • Rio Grande do Norte
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • São Paulo
  • Amazonas
  • Distrito Federal

Novos anúncios dos estados restantes devem acontecer nesta semana em meio à pressão sobre o tema.

As reduções foram feitas enquanto os estados ainda aguardam definição sobre o imbróglio judicial no tema. Os entes foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) questionar a lei aprovada no Congresso sobre a redução da alíquota.

Com informações de Estadão Conteúdo. 

LEIA TAMBÉM: 

Beach Park investe R$ 150 milhões em novo resort no Ceará; veja fotos

STF: Gilmar dá mais 5 dias para União responder propostas de Estados sobre ICMS