Economia

Appy: 2º PL de regulamentação está bem avançado e será enviado logo ao Congresso

Secretário extraordinário da Tributária ressaltou que parte do projeto é composto por propostas elaboradas por Estados e municípios, embora a União tenha contribuído com ajustes técnicos

Bernard Appy, secretário extraordinário do Ministério da Fazenda para a reforma tributária (CNI/Divulgação)

Bernard Appy, secretário extraordinário do Ministério da Fazenda para a reforma tributária (CNI/Divulgação)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 15 de maio de 2024 às 17h36.

Tudo sobreReforma tributária
Saiba mais

O secretário extraordinário de Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, afirmou nesta quarta-feira, 15, que o segundo projeto de lei complementar da regulamentação já está bem avançado e logo será enviado ao Congresso.

Appy destacou que boa parte desse projeto é composto por propostas elaboradas por Estados e municípios, embora a União tenha contribuído com ajustes técnicos.

Ele enumerou que, entre outros pontos, o texto deve regulamentar o funcionamento do comitê gestor e questões relacionadas ao Imposto sobre Bens e Serviços (IBS).

A lei ordinária que deve regulamentar o imposto seletivo, acrescentou, ainda não tem previsão de envio ao Congresso, mas provavelmente será encaminhada após a aprovação da lei complementar.

O secretário participou de webinar promovido pela LCA Consultores e pelo Mannrich e Vasconcelos Advogados.

Acompanhe tudo sobre:CongressoReforma tributária

Mais de Economia

Dirigente diz que se economia desacelerar, Fed cortará juros; se acelerar, terá que aumentar

Tudo que está sendo feito em prol do RS não vai alterar trajetória fiscal do país, diz Durigan

O que são REITs - e como investir nesse tipo de fundo

Petrobras confirma que Conselho aprovou saída de Sergio Caetano Leite do cargo de diretor financeiro

Mais na Exame