Como diria Albert Einstein...

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”
Albert Einstein (./AFP)
Albert Einstein (./AFP)
R
Relacionamento antes do Marketing

Publicado em 25/04/2022 às 11:00.

Última atualização em 25/04/2022 às 12:29.

Por Márcio Oliveira

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”

Posso apostar que você já deve ter ouvido esta frase em vários lugares e se já assistiu alguma palestra minha, então com certeza ouviu. Mas é incrível como a maioria de nós tem uma dificuldade muito grande em lidar com mudanças, mesmo quando defendemos que alguma coisa deve ser mudada.

Normalmente a necessidade de mudança de algo é motivada por algum problema que precisa ser resolvido. Afinal, existe até mesmo um ditado que diz que em time que está ganhando não se mexe. Mas o problema nisso é que estamos vivendo um momento único, com mudanças exponenciais acontecendo em todos os aspectos de nossa sociedade e, principalmente, no meio corporativo. Como exemplo, temos as diversas startups que vieram para questionar as formas de fazer negócios em vários segmentos ou mesmo a pauta ESG que está ganhando cada vez mais força e, é claro, isso tudo também acaba impactando diretamente no relacionamento entre uma empresa e seus clientes e colaboradores, deixando muitos empresários e executivos perdidos. Por isso, mudar a forma de se fazer as coisas hoje em dia pode ser fundamental para as empresas sobreviverem, mesmo que elas estejam bem e tendo algum sucesso.

John Chambers, no seu livro Connecting the Dots, que recomendo a leitura, fala que hoje as empresas não competem entre si, mas sim com transições de mercado, que são períodos de passagem de um estado para outro em que as habilidades necessárias para fazermos nosso trabalho mudam. No caso das empresas, é quando o cliente avança para uma nova tecnologia ou a economia adota um novo modelo. Vivemos isso recentemente com a pandemia e com a aceleração do comércio eletrônico como alternativa para os bloqueios prolongados que vivemos.

Ele também fala que as empresas morrem porque fazem bem mesmas coisas por tempo demais, ou seja, confiam tanto na forma de trabalhar que as levou ao sucesso até então, que acaba sendo muito difícil aceitar que precisam mudar para manterem este sucesso. É o famoso “mas sempre fizemos assim”, que todos nós já ouvimos ou falamos pelo menos uma vez na vida.

Mas em um mundo que está mudando velozmente e à nossa revelia, o conhecimento que nos trouxe até aqui não é o que nos levará até o próximo nível, ou em outras palavras, não é o que manterá o eventual sucesso que a empresa já alcançou.

Portanto, creio que está na hora de você e da sua empresa repensarem as formas de atuar e lembre-se que muitas vezes o sucesso atual pode encobrir problemas futuros. Afinal é sempre melhor quando uma empresa muda algo de forma planejada do que quando é obrigada a mudar por pressão do mercado.