O Balinês e o Dinheiro

Realidades e culturas que se alteram com a chegada de recursos.
 (Jean-Marie Hullot/Site Exame)
(Jean-Marie Hullot/Site Exame)
O
O que te motiva

Publicado em 16/04/2011 às 14:35.

Última atualização em 06/09/2017 às 17:15.

Todos sabem dos encantos da Ilha de Bali, mas o que nem todos sabem é que algumas coisas estão mudando drasticamente no cotidiano de quem escolhe esse conhecido paraíso para desfrutar de bons momentos e um bocado de paz.

Há anos o turismo tem trazido muito dinheiro aos balineses. Porém eles não estão sabendo como lhe dar com essa situação e uma nova cultura no trato com os turistas está surgindo e pode ser notada em qualquer canto da ilha, essa cultura se resume em tentar vender algo o tempo todo, de uma maneira quase assustadora. Eles cutucam o seu braço, te seguem por mais de 100 metros pelas ruas insistindo para que você compre na loja deles, outros espalhados pelas ruas, sentados em suas motos ou nas calçadas  te oferecem transporte, seja carro ou motocicleta incessantemente!

O problema é o evidente desespero pelo dinheiro que está entrando em confronto com a beleza de sua cultura e das belas paisagens espalhadas pela ilha. Muitas vezes o turista se sente inibido por tanta insistência e se desanima em sair pois não se pode andar pelas ruas tranquilamente. Até tomando sol mulheres com seus chapéus típicos de palha chegam a te cutucar e acordar para oferecer massagem!

Bali certamente tem muito a oferecer, mas esses ingredientes estão destemperando a receita do sucesso, espantando os turistas.

Os policiais ao perceberem que os carros são conduzidos por estrangeiros, não hesitam em abordá-los com o intuito de encontrar alguma irregularidade e até mesmo criá-la para que assim possam ganhar algum dinheiro extra, como se fôssemos notas de dólares ambulantes.

Isso me lembra a história do “Toque de Midas”, cujo mito retrata a enorme ganância do Rei ao transformar tudo que tocava em ouro, o que acabou espantando a todos e enfiando os pés pelas mãos.

Apesar dessa realidade e de alguns contratempos ainda é possível encontrar o que se vem buscar em Bali, sejam as belas praias de águas cristalinas, as perfeitas ondas, sejam as paisagens pitorescas, como vulcões, campos de arroz ou templos. Algumas excessões à regra sobrevivem, e são esses momentos que nos fazem sentir em Bali, como sorrisos puros e hospitalidade sincera!

Por Danilo España

Novo-Logo-Walk-and-Talk-Horizontal-2

Idealizadores do Walk and Talk, Luah Galvão e Danilo España, realizaram 3 projetos. O primeiro foi uma Volta ao Mundo por mais de 2 anos em que visitaram 28 países nos 5 continentes – para entender o que Motiva pessoas das mais variadas raças, credos e culturas. O segundo foi caminhar os 800 km do Caminho de Compostela na Espanha, entrevistando peregrinos sobre o sentido da Superação. E recentemente voltaram da Expedição Perú, onde o sentido da resiliência foi a grande busca do casal. Agora que estão de volta ao Brasil compartilham suas descobertas através de textos e histórias inspiradoras para esse e outros veículos de relevância, assim como em palestras e workshops por todo o Brasil.
Descubra mais sobre o projeto: www.walkandtalk.com.br. Conheça também a página no Facebook.