Capitalismo Selvagem nas Criptomoedas

Eu aprendi; A vida é um jogo; Cada um por si... Titãs, 1986.
I
Investidor em Ação

Publicado em 09/03/2018 às 15:51.

Última atualização em 23/07/2018 às 18:09.

A última cotação do bitcoin que vi em "exchanges" dos EUA antes de escrever esse post foi de US$ 8.800/BTC. Em relação aos US$ 11.500/BTC cotados em 04/03, o preço de hoje representa uma queda aproximada de 23,50%. Acho que nunca vi mercado mais volátil do que este.

Bitcoin: derrocada atual pode ser explicada por vários motivos (Dado Ruvic/Illustration/Reuters)

Essa criptomoeda /ativo digital tem seu preço formado basicamente fora do Brasil, e essa forte queda nos preços pode ser explicada em grande parte por questões de ordem regulatória (recentes restrições impostas às exchanges norte-americanas, por exemplo), além de rumores de vendas pesadas de BTC realizadas por whales (os chamados grandes investidores do ativo) que podem desestabilizar os preços de mercado.

O mercado de ativos digitais é muito recente, e ainda padece de regulamentação (e regulação) pelas autoridades monetárias/financeiras - bancos centrais e autarquias como a CVM local -  mundiais, tendo se transformado em um verdadeiro "Far West".

Apesar de perder graus de liberdade com os preceitos e objetivos originais da criação do protocolo Bitcoin, se faz urgente a regulamentação desse mercado por parte das autoridades; seja no exterior ou aqui no Brasil.

O enquadramento das criptomoedas dentro da classe de ativos (por exemplo, digitais), e a existência de regras claras para a sua emissão, distribuição e fiscalização pela autoridade monetária/financeira denota a melhor forma para prover um arcabouço regulatório ao mercado que não impeça o desenvolvimento de inovações na área e, ao mesmo tempo, permita aos players desse mercado ter segurança e um panorama claro acerca do papel que esses ativos representarão no futuro.

A ausência de um posicionamento efetivo por parte da autoridade local (seja a CVM ou o Banco Central) não condiz com a sua missão e objetivo, trazendo, como consequência, mais incerteza e insegurança ao mercado de capitais local.