Acompanhe:

Iogurte faz bem para a saúde? Veja como a bebida pode ajudar no dia a dia

Conheça a riqueza nutricional do iogurte, suas vantagens para o intestino e a importância dos probióticos, além de dicas para escolher o produto adequado e incluí-lo em uma dieta equilibrada

Modo escuro

Continua após a publicidade
É possível consumi-lo em lanches ou utilizá-lo em receitas, como molhos de saladas, carnes e até sobremesas. (Foxys_forest_manufacture/Thinkstock)

É possível consumi-lo em lanches ou utilizá-lo em receitas, como molhos de saladas, carnes e até sobremesas. (Foxys_forest_manufacture/Thinkstock)

Existe uma grande variedade de sabores e consistências de iogurtes, o que faz com que esse alimento seja apreciado por várias pessoas, desde crianças até adultos e idosos.

Além disso, também é possível consumi-lo em lanches ou utilizá-lo em receitas, como molhos de saladas, carnes e até sobremesas.

Nutrientes presentes no iogurte

Além de toda a versatilidade, o iogurte é muito importante para a saúde por causa de sua riqueza nutricional. “O iogurte é um produto lácteo fresco, obtido pela fermentação do leite pelas bactérias Streptococcus thermophilus e Lactobacillus bulgaricus”, explica a nutricionista Daniela de Araújo Medeiros.

Ainda segundo ela, em relação ao valor nutricional, “o iogurte é uma excelente fonte de proteínas de alto valor biológico, cálcio, e várias vitaminas, como as vitaminas A, B1, B2, B6, B12, niacina, ácido pantotênico e ácido fólico. Este alimento é igualmente rico em minerais e permite também fornecer cálcio, fósforo, potássio, magnésio e zinco”.

Importante para o intestino

O consumo de iogurte ajuda a recompor as bactérias benéficas da flora intestinal, chamadas de probióticas. “Esses micro-organismos contribuem para fortalecer a imunidade. O intestino saudável é capaz de separar o que não faz bem e absorver os principais micronutrientes, como as vitaminas”, esclarece Daniela de Araújo Medeiros.

Outras vantagens dos probióticos

A nutricionista Pollyanna Ayub acrescenta que os probióticos, presentes no iogurte, auxiliam na prevenção e no tratamento de doenças, regulação da microbiota intestinal, inibição da carcinogênese e em distúrbios do metabolismo gastrointestinal como infecções intestinais.

“Os probióticos auxiliam também no estímulo da mobilidade intestinal, com consequente alívio da constipação intestinal, a melhor absorção de determinados nutrientes, a melhor utilização de lactose e o alívio dos sintomas de intolerância a esse açúcar, a diminuição dos níveis de colesterol, melhora o sistema imunológico, pelo estímulo da produção de anticorpos”, completa.

Fique atento ao rótulo do produto

Segundo Daniela Medeiros, existem diversos produtos no mercado enriquecidos com probióticos, mas nem todos deixam isso claro no rótulo, sendo importante ficar atento aos ingredientes. “Vasculhe a embalagem e atente para nomes como Bifidobacterium e Lactobacillus. São as bactérias do bem mais usadas nos alimentos – principalmente em iogurtes, leites fermentados e sobremesas lácteas. As principais fontes de probióticos são os leites fermentados e os iogurtes enriquecidos com lactobacilos vivos”, aconselha.

Entretanto, a especialista alerta que para obter as vantagens contidas nesses alimentos não é preciso exagerar. Uma dose diária é o bastante, se a dieta contar com o suporte de carboidratos específicos, os chamados prebióticos. Por isso, é sempre importante consultar um nutricionista para a elaboração de um cardápio equilibrado.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsonaro é internado em São Paulo e passa por bateria de exames
Brasil

Bolsonaro é internado em São Paulo e passa por bateria de exames

Há 2 dias

CEO da Alliança renuncia e Isabella Tanure assume comando
Exame IN

CEO da Alliança renuncia e Isabella Tanure assume comando

Há 3 dias

Paraíso nórdico em risco: problemas na Saúde expõem fissuras no Estado de bem-estar social na região
Mundo

Paraíso nórdico em risco: problemas na Saúde expõem fissuras no Estado de bem-estar social na região

Há 5 dias

A ciência dos vinhos: Emily Ewell, CEO da Pantys, também se dedica nos estudos sobre vinhos
seloRevista Exame

A ciência dos vinhos: Emily Ewell, CEO da Pantys, também se dedica nos estudos sobre vinhos

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais