Vacinas contra a covid-19 enfrentam desconfiança de parte da população

Especialistas estão preocupados com o ceticismo crescente sobre os programas de vacinação no mundo, um desafio para combater o novo coronavírus

Opiniões radicalmente diferentes no mundo todo sobre a segurança, eficácia e importância das vacinas destacam o desafio que autoridades de saúde enfrentarão quando uma vacina contra a covid-19 for aprovada.

Em países como Coreia do Sul, Indonésia, Paquistão e Polônia, a confiança nas vacinas diminuiu nos últimos anos, de acordo com estudo publicado na quinta-feira na revista The Lancet. Embora o apoio para vacinas na Europa permaneça baixo em comparação com outras regiões, há sinais de que a confiança aumenta na Finlândia, França, Itália, Irlanda e Reino Unido, concluiu o relatório.

Os autores disseram acreditar que sua pesquisa — que entrevistou mais de 284.000 adultos em 149 países entre 2015 e 2019 — é a maior iniciativa até agora para medir a confiança global nas vacinas.

A instabilidade política e o extremismo religioso em vários países alimentam o ceticismo, enquanto a disseminação de desinformação ameaça interromper os programas de vacinação ao redor do mundo, concluiu o estudo. A menor confiança pode levar a atrasos e desencorajar pessoas a tomar vacinas, contribuindo para surtos de doenças como sarampo, poliomielite e meningite.

“Tem sido muito volátil”, disse Heidi Larson, professora na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres que liderou a pesquisa. O relatório pode ajudar a determinar “onde haverá mais confiança e preparação necessária para as vacinas da covid-19”.

O problema evolui de maneira diferente no mundo todo.

O número de pessoas que discordam veementemente de que as vacinas são seguras aumentou significativamente em seis países, incluindo Azerbaijão, Afeganistão e Sérvia, de acordo com os resultados. Nas Filipinas, as preocupações com a vacina contra a dengue provocaram forte queda da confiança, o que também pareceu afetar a vacinação de rotina, de acordo com a pesquisa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.