Ciência

A Terra agora tem cinco oceanos, diz National Geographic Society

Organização sem fins lucrativos diz que corpo de água que circunda a Antártica agora deve ser reconhecido como Oceano Antártico

O Oceano Antártico é o mais jovem do mundo, formado quando a Antártica e a América do Sul se separaram há cerca de 30 milhões de anos (Andrew Peacock/Getty Images)

O Oceano Antártico é o mais jovem do mundo, formado quando a Antártica e a América do Sul se separaram há cerca de 30 milhões de anos (Andrew Peacock/Getty Images)

LP

Laura Pancini

Publicado em 10 de junho de 2021 às 10h42.

Última atualização em 11 de junho de 2021 às 10h43.

A National Geographic Society, organização sem fins lucrativos, anunciou esta semana que um corpo de água que circunda a Antártica agora deve ser reconhecido como o quinto oceano do planeta Terra.

A decisão veio após um mapeamento dos oceanos feito pela organização, o primeiro em mais de 100 anos. Agora, o oceano Antártico se junta aos oceanos Atlântico, Pacífico, Índico e Ártico.

“O Oceano Antártico há muito tempo é reconhecido pelos cientistas, mas como nunca houve um acordo internacional, nunca o reconhecemos oficialmente”, disse Alex Tait, geógrafo da National Geographic Society.

Funcionários da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) disseram que o corpo de água foi reconhecido como o quinto oceano em 1999, mas, em 2000, nem todos os países membros da Organização Hidrográfica Internacional (IHO), que rastreia e mapeia os mares e oceanos do mundo, estavam de acordo.

A revista National Geographic afirma que os cartógrafos da organização tomaram a decisão recente após levar em consideração que “a rápida corrente que circula a Antártica mantém as águas distintas” e que há uma “separação ecológica” na região.

A NG também disse que o Antártico é o único oceano a ser definido por sua corrente ao invés dos continentes em sua volta.

“Achamos que é realmente importante do ponto de vista educacional, bem como do ponto de vista de rotulagem de mapas, chamar a atenção para o Oceano Antártico como um quinto oceano”, disse Tait. “Então, quando os alunos aprendem sobre partes do mundo oceânico, eles aprendem que é um oceano interconectado e que há essas regiões chamadas oceanos que são realmente importantes e há uma região distinta nas águas geladas ao redor da Antártica.”

O que é o Oceano Antártico?

De acordo com o World Wide Fund, o oceano Antártico é o mais jovem do mundo, formado quando a Antártica e a América do Sul se separaram há cerca de 30 milhões de anos.

Em e-mail ao Washington Post, Enric Sala, explorador residente da National Geographic, descreveu o Antártico como um “anel oceânico no fim do mundo que conecta os oceanos Pacífico, Atlântico e Índico”.

O corpo de água do Oceano Antártico se estende desde a costa da Antártica até 60 graus de latitude sul, de acordo com a NOAA. A National Geographic disse que também usará a latitude 60 sul como limite norte, excluindo a passagem de Drake e o mar da Escócia.

“O Oceano Antártico contém áreas que estão se aquecendo mais rapidamente na Terra, como a Península Antártica”, disse Sala, que acredita que reconhecer a região como um quinto oceano é uma grande oportunidade para “aumentar a conscientização sobre as ameaças que a afetam e as soluções”.

“O ambiente marinho suporta uma rica vida vegetal e animal, incluindo pinguins, focas, baleias e albatrozes”, disse a National Geographic, que também alertou que a região se tornou um “depósito de lixo”.

Acompanhe tudo sobre:AntárticaOceanografiaOceanos

Mais de Ciência

Virgin Galactic faz último voo espacial antes de um hiato de dois anos

Gel pode virar tratamento contraceptivo para homens

Beber álcool antes de dormir no avião traz risco para a saúde, revela estudo

Painel da FDA rejeita MDMA para tratar estresse pós-traumático

Mais na Exame