Volvo XC40 é o SUV elétrico rápido como um Porsche (e que pode viajar)

Testamos versão Recharge Pure Electric com autonomia de 418 km e que inclui manutenção grátis por três anos
 (Volvo/Divulgação)
(Volvo/Divulgação)
G
Gabriel Aguiar

Publicado em 17/09/2021 às 14:05.

Última atualização em 19/09/2021 às 10:36.

O novo Volvo XC40 Recharge Pure Electric — ou somente XC40 elétrico, para os íntimos — é a primeira aposta da marca para o futuro totalmente livre de emissões. E, considerando os números de vendas, parece uma boa ideia: bastaram 20 dias para 450 unidades encontrarem donos no Brasil. Com isso, o SUV já promete assumir a liderança do segmento. Preço? São 389.950 reais (até o fim do ano).

Assista ao vídeo com detalhes do novo Volvo XC40 elétrico

Ficou curioso para reconhecer essa novidade nas ruas? É fácil: basta ver a grade dianteira fechada e pintada na mesma cor da carroceria. Mas existem algumas curiosidades que só os motoristas poderão saber, como o sistema que dispensa o botão de partida. Para ligar o novo XC40 elétrico, é só manter a chave no bolso e mover a alavanca de câmbio. Pronto! E, claro, sem nenhum ruído de motor.

Topo de linha: SUV virá apenas na versão mais cara para o lançamento (Volvo/Divulgação)

Para continuar o minimalismo, a Volvo também aposentou o freio de estacionamento e exige uma má-prática de quem estiver dirigindo: colocar diretamente em modo “P” — em outros carros, isso poderia danificar completamente a transmissão. Mas não é apenas esse o milagre da simplificação do elétrico, que também permite dirigir apenas com o pedal do acelerador, que também atua como freio.

Esse sistema one pedal não é nenhuma surpresa, até porque existem recursos parecidos para Jaguar I-Pace e Nissan Leaf, mas ainda provoca curiosidade: basta aliviar o pedal direito para regenerar energia (e, com isso, começar a frear). Na cidade, é bem prático; na estrada, não faz tanto sentido. Para quem não se acostumar à funcionalidade, basta desativar na nova central multimídia de 9 polegadas.

Volvo XC40 Recharge Pure Electric painel

Sustentabilidade: cabine tem bancos e revestimentos sintéticos e reciclados (Volvo/Divulgação)

De novo, não existem grandes mudanças visíveis na cabine, só que todo o sistema de entretenimento recebeu atenção especial da Volvo. E o grande destaque fica por conta da participação do Google no desenvolvimento. Ou seja: há praticamente um tablet no painel, com aplicativos e internet integrada. Para clientes brasileiros, também há pacote de dados Claro incluído (e grátis) por quatro anos.

E coube ao XC40 Recharge Pure Electric estrear as modificações do recurso de condução semiautônoma que chegarão aos próximos modelos da marca. Tudo bem que, no dia a dia, quase não há diferença em relação à geração anterior — que já era uma das mais evoluídas do mercado. Na prática, existem câmeras de 360° e será possível avançar à condução totalmente autonomia com futuras atualizações.

Volvo XC40 Recharge Pure Electric central multimídia Google mapas

Google: nova central multimídia funciona como um tablet Android (Volvo/Divulgação)

Com tantas tecnologias, parece até que o desempenho ficou em segundo plano. Mas não é bem assim: o SUV tem dois motores (dianteiro e traseiro) que entregam 408 cv de potência e 67,3 kgfm de torque. É tão rápido quanto um Porsche 718. Tanto que é o carro mais rápido da Volvo e só leva 4,9 segundos para chegar aos 100 km/h. Já a máxima, para toda a marca, é limitada aos 180 km/h por segurança.

É bem provável que, em pleno 2021, o mito de elétricos apáticos já esteja superado. Para quem ainda é cético, basta uma volta no novo XC40 para se convencer que a categoria pode ser bem divertida: basta dar um toque no pedal do acelerador para sentir o corpo grudar no banco. Neste caso, o bom fôlego é acompanhado do acerto firme de suspensão e dá até para deixar a direção elétrica mais firme.

Volvo XC40 Recharge Pure Electric espaço interno

Espaço interno: quatro adultos viajam sem dificuldades (Volvo/Divulgação)

Graças ao bom ajuste da Volvo, é fácil esquecer que esse modelo pesa 2.200 kg — e 500 kg são apenas para as baterias instaladas sob o assolho. Por outro lado, o parrudo conjunto favorece a autonomia, que chega a bons 418 km no ciclo WLTP (aferido com as condições ideais). É o suficiente para planejar viagens, já que o tempo de recarga até 80% é de 40 minutos em estações públicas de 150 kW.

Com motorista feliz, os suecos também prepararam um pacote de comodidades para passageiros: há teto solar panorâmico; sistema de som de 13 alto-falantes da grife Harman Kardon; carregador sem fio para celular; e saídas de ventilação para a segunda fileira. Também existe espaço suficiente para quatro adultos passearem sem esbarrões de ombro ou joelhos, além de 444 litros para as bagagens.

Volvo XC40 Recharge Pure Electric novo SUV elétrico recarregando na tomada

Recarga: compradores já recebem carregador wallbox de graça (Volvo/Divulgação)

E se consciência ambiental não for suficiente para conquistar compradores, a Volvo preparou uma série de argumentos racionais para ajudar a negociação. Por isso, o XC40 elétrico tem manutenção grátis por três anos (e inclui itens como discos e pastilhas de freio ou palhetas dos vidros) e carregador doméstico wallbox. Talvez por isso a previsão é que metade das vendas seja de carros elétricos em 2025.

Veja Também

Copart leiloa Lamborghini Huracán avaliada em R$ 3,5 milhões
Minhas Finanças
Há 16 horas • 2 min de leitura

Copart leiloa Lamborghini Huracán avaliada em R$ 3,5 milhões

BV e Mercado Livre realizam feirão online de carros
Minhas Finanças
Há 2 dias • 2 min de leitura

BV e Mercado Livre realizam feirão online de carros