Casual

Você conhece a Tudor, irmã mais nova da Rolex?

A marca suíça lança novos modelos Black Bay e GMT, com movimentos próprios. E prepara a chegada ao Brasil

Tudor Royal, lançamento de 2023 (Tudor/Divulgação)

Tudor Royal, lançamento de 2023 (Tudor/Divulgação)

Ivan Padilla
Ivan Padilla

Editor de Casual e Especiais

Publicado em 29 de março de 2023 às 16h00.

Última atualização em 29 de março de 2023 às 17h33.

Os fãs de relojoaria no Brasil esperavam por esta notícia: a Tudor prepara o desembarque no mercado brasileiro. Será no segundo semestre. Não há muitos detalhes por enquanto. Mas os lançamentos apresentados no salão Watches & Wonders servem de aperitivo ao que virá em breve.

A Tudor é uma espécie de irmã caçula da Rolex. Foi fundada por Hans Wildorf, que criou a Rolex no comecinho do século passado. As duas marcas pertencem hoje à Fundação Hans Wildorf.

A Tudor faz relógios esportivos robustos e versáteis, como a linha Black Bay, Pelagos e Ranger, mais acessíveis que a Rolex. Um de seus detalhes característicos é o chamado ponteiro snow flake, em forma de floco de neve.

No salão em Genebra, que vai de 27 de março a 2 de abril, foram apresentados os modelos que estarão em breve à venda no Brasil.

Confira os lançamentos da Tudor

Black Bay GMT

O relógio apresenta uma complexidade relojoeira altamente funcional: uma função de múltiplos fusos horários, também conhecida como função GMT. Esta função incrível define a hora local em simultâneo com outros dois fusos horários. Reconhecível pela sua luneta giratória com um esquema de cores, que vai do azul intenso ao bordô, herdado de outros modelos da linha Black Bay, mas numa versão mate, o Black Bay GMT também presta homenagem aos tempos primórdios desta estética.

Desta vez, a Tudor oferece uma nova opção: um mostrador opalino inédito que complementa na perfeição o esquema cromático do Black Bay GMT. Por não ser exatamente branco, o tom opalino confere ao mostrador um leve reflexo prateado. Através de um processo de galvanoplastia, o mostrador ganha um acabamento mate cinzento-esbranquiçado e os marcadores são rodeados de uma tonalidade mais escura, criando um contraste mais perceptível. Para além de fazer alusão à expansão da aviação comercial em meados do século 20, este mostrador opalino elegante também é altamente legível.

Tudor Royal

Tudor Royal. (Tudor/Divulgação)

A Tudor expandiu a linha de mostradores do tão apreciado Royal e passou a incluir mostradores raiados em rosa salmão e castanho-chocolate que oferecem uma estética inesperada e requintada. A linha Royal apresenta relógios de corda automática, desportivos e chiques com braceletes incorporadas, tão acessíveis quanto esteticamente sofisticados.

No cruzamento do desportivo e do clássico, este relógio marca tanto pelo seu desempenho técnico de vanguarda como pela sua estética sofisticada. O termo Royal foi usado pela primeira vez em 1950 pela Tudor para enfatizar a superior qualidade de seus relógios que permanece inigualada até hoje. Está disponível em aço inoxidável ou em ouro e aço, com quatro tamanhos e um leque de 13 mostradores à escolha.

Black Bay 31/36/39/41

Black Bay 31/36/39/41. (Tudor/Divulgação)

Os modelos Black Bay 31/36/39/41 conferem uma estética única à linha Black Bay. As caixas curvas apresentam uma combinação de acabamentos que enobrecem o relógio, oferecendo uma estética mais contemporânea através de códigos de design que se afastam ligeiramente do espírito icônico de relógio-ferramenta da marca, entrando numa via sofisticada, versátil e unissex elegante. Munidos de Calibres de Manufatura, estes modelos estão na vanguarda do requinte relojoeiro. O bracelete com cinco elos é outro aspecto importante que proporciona o conforto ideal. Esta inclui o fecho Tudor “T-fit” de ajuste rápido em todos os tamanhos.

Constituindo uma novidade neste ano, o vasto leque de mostradores sunray vem consolidar o estilo deste relógio. Os minutos surgem em tons contrastantes, consoante a cor do mostrador – azul, antracite ou um tom claro de champanhe –, conferindo assim um certo calor ao design.

Black Bay

Black Bay. (Tudor/Divulgação)

Lançado em 2012 pela primeira vez, o Black Bay original apresentava uma luneta bordô e passou a ser equipado com o Calibre de Manufatura em 2015. Agora de regresso numa terceira evolução, o novo modelo anuncia o futuro estético e técnico da linha. Denominado Black Bay, este relógio da coleção Tudor com um design emblemático prova, uma vez mais, que a marca domina na perfeição um dos padrões mais exigentes da indústria em termos de cronometria e resistência a campos magnéticos. Testado pelo Instituto Federal de Metrologia (Metas), o Black Bay combina tecnologia relojoeira de ponta e elementos de design inspirados no legado da Tudor: quase 70 anos de experiência na criação de relógios de mergulho profissionais e robustos.

Black Bay 54

Embora a linha Black Bay possua diversas referências relativas aos primeiros relógios de mergulho, o novo Black Bay 54 é o exemplo que mais se assemelha aos primórdios do relógio de mergulho Tudor: a referência 7922. A caixa de 37 milímetros mantém o diâmetro outrora usado, mas encerra em si as proezas técnicas do Calibre de Manufatura Tudor MT5400 e beneficia de uma estanqueidade de até 200 metros. Fiel à estética original, a luneta unidirecional é desprovida de qualquer tipo de marcação, evocando o relógio produzido pela Tudor no início dos anos 1950, destinado aos mais intrépidos, capazes de experimentar o mergulho autónomo, um desporto então em crescimento. Porém, os detalhes estéticos não se limitam às dimensões da caixa e da luneta. O ponteiro dos segundos remete para o design original, em forma de chupa-chupa. A ergonomia do modelo também evoluiu e oferece uma caixa e luneta redesenhadas que mantiveram as proporções originais.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

Acompanhe tudo sobre:RelógiosRolex

Mais de Casual

Aeterna: a coleção de joias que celebra os 140 anos da Bvlgari

Complexo turístico em Minas Gerais terá bar flutuante especializado em vinhos

Evento gratuito de queijos e charcutaria acontecerá no Mercado de Pinheiros

Coco Leve: conheça o gelo saborizado que 'nunca derrete' feito para drinques com gim

Mais na Exame