Casual

Lionel Messi é convidado a eternizar os pés na calçada da fama do Maracanã

Craque argentino foi chamado pela 1ª vez na conquista da Copa América, em 2019, e teve convite reiterado após a Copa do Mundo

Calçada da fama tem marcas de ícones brasileiros do futebol mundial e também grupo seleto de estrangeiros (Maja Hitij - FIFA/FIFA/Getty Images)

Calçada da fama tem marcas de ícones brasileiros do futebol mundial e também grupo seleto de estrangeiros (Maja Hitij - FIFA/FIFA/Getty Images)

AB

Agência Brasil

Publicado em 19 de dezembro de 2022 às 14h27.

Última atualização em 19 de dezembro de 2022 às 14h42.

O craque Lionel Messi, que liderou a conquista do tricampeonato mundial da seleção argentina no domingo, 18, na Copa do Catar, será convidado a eternizar os pés na Calçada da Fama do Maracanã, o Estádio Jornalista Mário Filho, no Rio de Janeiro.

Por meio de publicação no Instagram nesta segunda-feira, 19, a Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj) anunciou a reiteração do convite oficial ao atacante argentino, em comunicado a ser enviado à Federação Argentina de Futebol (AFA). O primeiro aceno para que o atacante gravasse os pés no estádio foi feito em 2019, quando Messi e a Albiceleste faturaram a Copa América no Brasil.

Lionel Messi já demonstrou dentro e fora de campo toda a sua importância. É um jogador que já está há anos no mais alto patamar da história do futebol. Essa conquista da Copa do Mundo é só a coroação de uma carreira linda e vitoriosa. E nada mais justo que o Maracanã preste esta homenagem a ele. Afinal, Messi é um gênio da bola”, afirmou Adriano Santos, presidente da Suderj, autarquia do governo do estado do Rio de Janeiro, que administra o Maracanã, em parceria com Flamengo e Fluminense.

A calçada da fama no Maracanã tem marcas de ícones brasileiros do futebol mundial — Pelé, Garrincha, Rivelino e Ronaldo Fenômeno, entre outros — e um seleto grupo de sete estrangeiros: Elias Figueroa (chileno), Alcides Ghiggia (uruguaio), Romerito (paraguaio), Petckovic (sérvio), Eusébio (português), Loco Abreu (uruguaio) e Franz Beckenbaueer (alemão).

Acompanhe tudo sobre:ArgentinaFutebolLionel Messi

Mais de Casual

Triplex de luxo em Balneário Camboriú tem vista cinematográfica e custa R$ 18 milhões; veja fotos

A estratégia (quase) secreta da Grand Cru para fazer o brasileiro beber mais vinho da Borgonha

Conheça o azeite brasileiro eleito o Melhor do Hemisfério Sul em concurso na Itália

Os Sete Lendários: a mais nova (e disputada) safra da Miolo

Mais na Exame