Casual

Lacoste inicia comemoração de 90 anos com novas camisas polo

Os lançamentos de comemoração da peça vão do modelo mais tradicional de piquet a versões com design contemporâneo e tecidos inteligentes

Campanha da camisa polo em comemoração aos 90 anos da Lacoste: peça ícone (Lacoste/Divulgação)

Campanha da camisa polo em comemoração aos 90 anos da Lacoste: peça ícone (Lacoste/Divulgação)

Ivan Padilla
Ivan Padilla

Editor de Casual e Especiais

Publicado em 20 de março de 2023 às 08h06.

Última atualização em 20 de março de 2023 às 08h28.

Este é um ano bastante especial para a Lacoste: a marca francesa do crocodilo está completando nove décadas de vida. O início das comemorações acontece com o lançamento de quatro edições especiais de sua peça mais emblemática: a camisa polo.

A coleção Polo Franchise 2023 é formada por cinco tipos de polo, de diferentes categorias, para entusiastas da marca e novos fãs. São elas a L.12.12, a Smart Polo, a Movement Polo e a Tennis Polo. A cada estação, a Lacoste lançará uma versão exclusiva para cada tipo, com uma nova execução criativa para cada polo.

Cada modelo será ativado por diferentes embaixadores, de atletas como Novak Djokovic e Daniil Medvedeva artistas como MC Hariel, no Brasil.

Versão alfaiataria

As versões da polo têm características diversas. A L.12.12 é a mais tradicional. Inventada pelo próprio René Lacoste, é de algodão fino piquet favo, material de assinatura da Lacoste. Já a Smart Polo tem um corte de alfaiataria, com modelagem mais justa, botões escondidos e logo em tom sobre tom. O tecido leva elastano.

A chamada Movement Polo tem o mesmo corte de alfaiataria, mais ajustada ao corpo e botões que não ficam aparentes, mas com um tecido ais leve com elastano e de material sustentável. E a Tennis Polo tem um desenho mais moderno, em tecido jersey com elastano

A camisa polo Smart Paris utiliza o mesmo corte de alfaiataria, justo, com botões escondidos, mas é também eco-responsável, ultraleve, também em tecido com elastano, feita em poliéster reciclado e de secagem ultra rápida, boa portanto para performance em quadra.

Polo, um ato de rebeldia

O marco da Lacoste é o ano de 1933, quando o tenista René Lacoste cortou as mangas de sua camisa de tênis, em um movimento contrário ao então clássico uniforme imposto aos jogadores da época.

Portanto, se a camisa polo evoluiu para o que se considera uma peça formal, saiba então que já representou um ato de rebeldia. O gesto de customizar as camisas tradicionais fez da polo um item básico do guarda-roupa, que hoje transita das quadras para as ruas.

Nos anos mais recentes, a Lacoste conseguiu se posicionar como uma marca fashion, para além da tradição das quadras de tênis, com presença na Semana de Moda de Paris. Os bons resultados de 2022 refletem uma escolha acertada pela diversidade de posicionamento.

Se hoje a polo tornou-se um item de moda democrático e atual, que transita do funk à alfaiataria, muito se deve ao reposicionamento da grife francesa. É mesmo motivo para celebrar.

Acompanhe tudo sobre:LacosteModaFrança

Mais de Casual

O supercarro português de luxo que chega ao mercado por R$ 9 milhões

Dia Nacional do Coquetel: 9 drinques clássicos revisitados para provar em São Paulo

Dia Mundial do Uísque: sete bares com drinques autorais para aproveitar a data em São Paulo

Um por mês e sem hora para acabar. Pesquisa mostra como é o churrasco do brasileiro

Mais na Exame