Hotéis pelo Brasil fecham durante pandemia do novo coronavírus

Setor turístico sofre com sumiço de turistas e hotéis paralisam atividades em abril

Diante da pandemia do novo coronavírus e da quarentena imposta em cidades brasileiras, hotéis famosos estão suspendendo seu funcionamento. Os setores turístico e hoteleiro estão entre os mais afetados pela pandemia. Com voos cancelados e sem turistas, não há trabalho a fazer na maioria dos estabelecimentos.

Segundo estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor de turismo no Brasil perdeu 2,2 bilhões de reais na primeira quinzena de março. O volume de receita encolheu 16,7% em relação ao mesmo período em 2019.

No Rio de Janeiro, 56 hotéis já anunciaram o fechamento temporário. Entre eles estão hotéis de renome, como Fasano, Mercury, alguns da rede Windsor e o Sheraton. A rede Íbis também anunciou a suspensão dos serviços. Os dados são da Associação Brasileira de Hotéis (ABIH-RJ).

O Louvre Hotels Group do Brasil também anunciou que vai suspender a recepção de novos hóspedes em abril, em oito unidades espalhadas pelo Brasil. As unidades afetadas são: Royal Tulip Brasília Alvorada, Royal Tulip JP Ribeirão Preto, Golden Tulip Natal Ponta Negra, Golden Tulip São José dos Campos, Golden Tulip Goiânia Address, Tulip Inn São Paulo Paulista, Tulip Inn Sete Lagoas e Soft Inn Maceió Ponta Verde.

Outras seis unidades do grupo operarão de forma limitada e seguindo as orientações de saúde e segurança dos órgãos competentes.

Em Pernambuco, hotéis como Atlante Plaza, Summerville, Vivá, Kembali, Armação, Orange Hotel de Itamaracá e Amoaras Resort paralisaram as atividades diante da pandemia.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.