Voluntariado no currículo? Confira oportunidades no Brasil e no exterior

O voluntariado pode contar como experiência no currículo e também tem peso importante para conseguir estudar no exterior
Trabalho voluntário: confira opções no Brasil e no exterior (Dumitru Ochievschi/Getty Images)
Trabalho voluntário: confira opções no Brasil e no exterior (Dumitru Ochievschi/Getty Images)
Por Estudar ForaPublicado em 06/02/2022 09:00 | Última atualização em 10/02/2022 20:30Tempo de Leitura: 7 min de leitura

Por Estudar Fora

Apesar de não integrar a maioria dos editais e descrições de vaga, o voluntariado é visto com bons olhos em processos seletivos. Tanto pelo setor de recursos humanos de grandes empresas, quanto para o de admissões em universidades internacionais.

“Há duas formas muito claras de como ter um trabalho voluntário pode contribuir para a candidatura”, explica Juliana Kagami, coordenadora do Prep Estudar Fora e da Comunidade de Líderes da Fundação Estudar.

Quer atingir a profissão mais valorizada na pandemia? Vire um "dev" com o curso de Data Science e Python da EXAME. 

“A primeira delas é que fazer um trabalho voluntário também é uma experiência profissional”, que demonstra que o candidato já possui alguma experiência na área em que deseja trabalhar.

Além disso, o voluntariado “demonstra o engajamento do jovem com a comunidade”, característica apreciada pelos admission officers responsáveis por fazer a seleção de quem é aprovado.

De acordo com Juliana, especialmente nos Estados Unidos, os estudantes moram dentro do campus durante o curso, então o processo de seleção também considera a comunidade que vai frequentar e viver dentro dos espaços universitários.

“Ter pessoas que estão constantemente se importando umas com as outras, se importando com a comunidade e contribuindo para ela, é muito benéfico”, explica.

Voluntariado como atividade extracurricular

Por trás da ideia do voluntariado, está uma análise de currículo e histórico de candidatos que vai além de números e notas. É a vez de trazer à equação fatores ligados às atividades extracurriculares desempenhadas pelo estudante ou profissional. Incluindo, aí, serviços que beneficiem a sua comunidade.

Ou seja, entram na lista de pontos extras as iniciativas que engajam alunos em assuntos relevantes e questões sociais. Por exemplo, fazer trabalho voluntário ou se dedicar a projetos independentes, no Brasil ou no exterior.

Isso porque, dentro da vivência esperada de um voluntário, estão mais do que noções sobre bem comum. São as chamadas soft skills — bem recebidas tanto no mercado de trabalho quanto nas universidades estrangeiras — que definem habilidades ligadas à relação e à interação com pessoas.

Empatia, colaboração e comunicação servem de exemplo, e estão entre as capacidades desenvolvidas ao fazer trabalho voluntário.

Tanto na graduação quanto nas pós, o que sai fortalecido é um currículo que não se limita aos muros da universidade. Já nos processos seletivos para emprego, quem se sobressai é o candidato plural, que também se dedicou a atividades voluntárias de seu interesse.

Oportunidades no Brasil

Voluntários da Fundação Estudar

Entre as oportunidades oferecidas pela Fundação Estudar, está o voluntariado – que está com inscrições abertas. Um deles serve, justamente, para os que desejam ser “partners” da instituição. Ou seja, levam programas de impacto à sua região de origem e facilitam iniciativas da Estudar pelo Brasil todo.

Mais do que ganhar familiaridade com temas como protagonismo, o jovem envolvido consegue aumentar sua rede de contatos e ganha benefícios como mentoria, participação em conferências e eventos da fundação.

“No caso da Fundação Estudar, nossos voluntariados são de venda, então provavelmente a experiência profissional estará muito ligada à venda ou mentoria de jovens”, explica Juliana. “Especialmente se você for um mentor de vendas, essa também é uma posição de liderança que é super valorizada nas universidades”.

Vale lembrar que as inscrições para fazer trabalho voluntário no Brasil pela Fundação Estudar estão abertas até 13 de fevereiro.

Voluntários da Fundação Lemann

Entre os projetos da Fundação Lemann, estão iniciativas ligadas à Khan Academy e ao Coursera. As oportunidades oferecidas permitem, por exemplo, que o voluntário atue como tradutor de materiais sobre Matemática da Khan Academy para o português.

Pessoas que desejem fazer trabalho voluntário na instituição devem acessar o site oficial para obter mais informações.

Rede de Voluntários Youth Voices Brazil, do Banco Mundial

Iniciativa foi idealizada pelo Banco Mundial e visa causar impacto em realidades locais, focando principalmente no combate à pobreza. O processo seletivo para o Youth Voices Brazil busca jovens brasileiros que tenham atitude e pensamento crítico, espírito de liderança e comprometimento com o futuro do Brasil.

Busque oportunidades de voluntariado no Atados

rede social Atados conecta pessoas que querem fazer o bem com oportunidades de trabalho voluntário no Brasil. O site filtra atividades de voluntariado de acordo com área de expertise do interessado, região de atuação e questões sociais.

Como fazer trabalho voluntário fora

Voluntário global com a AIESEC

A iniciativa desenvolvida pela AIESEC leva jovens para fazer trabalho voluntário em países do exterior, em projetos desenvolvidos por ONGs. Para filtrar oportunidades no site, é necessário preencher informações relativas ao perfil do candidato, formação acadêmica e áreas de interesse.

Durante o período de voluntariado, o jovem assume projetos com grandes responsabilidades, lidando com gestão de crises e gerenciamento de equipes.

Sistema de voluntariados da ONU

Criado em 1970, o programa Voluntários das Nações Unidas (UNV, na sigla em inglês) é um braço do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e tem como objetivo contribuir para a paz e para o desenvolvimento através do trabalho voluntário em mais de 140 países.

Com sua rede de organizações espalhada pelo mundo, o UNV oferece uma plataforma aberta em que qualquer interessado pode se cadastrar. Uma vez integrado à base de dados, o candidato pode ser contatado caso a ONU ou um de seus parceiros precise de alguém com suas habilidades.

Uma das divisões do UNV é o onlinevolunteering.org, onde é possível se engajar com trabalho voluntário de forma remota. Entre as opções estão tradução de materiais, pesquisa, design, desenvolvimento de TI, consultoria e coaching, entre outras.

Para participar, o usuário faz um cadastro e lista suas habilidades. Em seguida, já pode pesquisar as vagas disponíveis e oferecer seus serviços.

Programa English Opens Doors do governo chileno

O Ministério da Educação do Chile, com apoio do programa de desenvolvimento das Nações Unidas, promove um programa de voluntariado para estrangeiros interessados em fazer trabalho voluntário no Chile. Trata-se do English Opens Doors Program, também chamado em espanhol de Inglés Abre Puertas.

O programa busca estrangeiros com bom domínio da língua inglesa para dar aulas de inglês a alunos chilenos do ensino fundamental e médio. São experiências com duração de aproximadamente quatro meses, muitas vezes em cidades menos conhecidas do Chile. Veja aqui mais informações sobre o programa, incluindo como se candidatar e as datas disponíveis.

Confira o resumo com as quatro dúvidas mais comuns sobre voluntariado:

Por que fazer trabalho voluntário?Além de ajudar os outros, ao fazer trabalho voluntário no Brasil ou no exterior, o candidato ganha pontos em seleções de universidades ou empregos. Isso porque, dentro da vivência esperada de um voluntário, estão mais do que noções sobre bem comum. São as chamadas soft skills, que definem habilidades ligadas à relação e à interação com pessoas.

Onde fazer trabalho voluntário no Brasil?Entre outras opções, há o grupo de voluntários da Fundação Lemann, a rede de voluntários da Fundação Estudar, a Youth Voices Brazil, do Banco Mundial, e a organização Atados.

Onde fazer trabalho voluntário no exterior?Uma opção é o sistema de voluntariado da ONU no exterior, conhecido pela sigla UNV. Além disso, há o programa Voluntário Global da AIESEC, e o programa English Opens Doors do Ministário da Educação do Chile.

É preciso pagar para fazer trabalho voluntário no exterior?Depende. Em alguns casos, a organização responsável oferece moradia, passagens e alimentação. Outros programas, no entanto, exigem que o voluntário cubra algumas dessas despesas.

"Voluntariado para enriquecer o currículo? Confira 7 oportunidades no Brasil e exterior" foi originalmente publicado pelo portal Estudar Fora da Fundação Estudar.

Dicas de carreira, vagas e muito mais

Você já conhece a newsletter da Exame Academy? Você assina e recebe na sua caixa de entrada as principais notícias da semana sobre carreira e educação, assim como dicas dos nossos jornalistas e especialistas.

Toda terça-feira, leia as notícias mais quentes sobre o mercado de trabalho e fique por dentro das oportunidades em destaque de vagas, estágio, trainee e cursos. Já às quintas-feiras, você ainda pode acompanhar análises aprofundadas e receber conteúdos gratuitos como vídeos, cursos e e-books para ficar por dentro das tendências em carreira no Brasil e no mundo.

Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.