Carreira

Vagas para todos: setor trilionário aceita profissionais de todas as formações e paga acima da média

Da Engenharia ao Direito, mercado de ESG desponta como uma excelente opção para profissionais de todas as áreas de formação; veja quanto ganham e como atuam

Mercado de ESG está de portas abertas para profissionais com diferentes formações, mas é preciso possuir habilidades verdes no currículo (Kenishirotie/iStockphoto)

Mercado de ESG está de portas abertas para profissionais com diferentes formações, mas é preciso possuir habilidades verdes no currículo (Kenishirotie/iStockphoto)

Guilherme Santiago
Guilherme Santiago

Content Writer

Publicado em 21 de maio de 2024 às 13h39.

Última atualização em 21 de maio de 2024 às 13h51.

Já foi o tempo em que a área de formação era critério eliminatório em processos seletivos. A tendência agora é outra. Empresas estão atrás de profissionais com múltiplas habilidades no currículo e que sejam capazes de atuar de diferentes formas e em diferentes setores – independente da formação universitária.

Nos departamentos de sustentabilidade das grandes empresas, essa característica é bem-vinda. Seja para engenheiros, advogados, economistas ou comunicadores, o mercado de ESG está de portas abertas.

Veja como os diferentes profissionais podem atuar no mercado de ESG.

  • Administradores podem gerenciar projetos de sustentabilidade;
  • Engenheiros podem desenvolver novas tecnologias verdes;
  • Economistas podem analisar impactos financeiros do ESG;
  • Comunicadores podem divulgar iniciativas ESG;
  • Advogados podem elaborar políticas de conformidade e regulatórias;
  • Cientistas ambientais podem avaliar e mitigar impactos ecológicos.

Quer fazer uma transição de carreira e ter salários mais competitivos? Veja como incluir habilidades em ESG no currículo de graça agora mesmo

'Muitas empresas recrutam colaboradores de outras áreas'

Marcus Nakagawa, professor especialista em sustentabilidade, meio ambiente e responsabilidade social, percebe esse movimento nos bastidores do mercado. "Muitas empresas acabam recrutando colaboradores de outras áreas ou treinando internamente para o seu desenvolvimento", explica.

"É muito comum histórias de pessoas que vieram de outras áreas, como RH e Marketing, se capacitaram e foram para o ESG, uma vez que já conheciam a cultura empresarial", conta ele, que também é fundador da Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável (Abraps).

Além de estar aberto para profissionais com diferentes formações, o professor destaca que mercado de ESG também conta com uma grande variedade de caminhos disponíveis para atuação, em especial no Brasil.

"É possível trabalhar nas grandes empresas como analista de ESG, além das posições de gerência e coordenação", diz. "Alguns segmentos mais específicos, como o agronegócio e a indústria química, também costumam buscar por profissionais para lidar com suas questões ambientais", explica.

Nakagawa ressalta que também existe um mercado cada vez mais crescente para prestação de serviços em ESG. "São os profissionais que trabalham com mensuração de carbono, por exemplo, ou são fornecedores de energia eólica e solar. É um ramo que vem crescendo cada vez mais", revela.

Descubra como fazer uma transição de carreira para o mercado ESG e se qualificar para trabalhar na área: clique aqui e acompanhe aula gratuita

Salários podem chegar a R$ 35 mil

Há muitas possibilidades e poucas barreiras de entrada. Mas, ainda assim, esse é um mercado que sofre com a escassez de talentos qualificados. Por isso, muitas empresas estão dispostas a oferecer salários competitivos para atrair e reter profissionais com habilidades verdes no currículo.

Segundo o Guia Salarial Robert Half 2023, os salários em carreiras de ESG variam de R$ 10 mil a R$ 35 mil. Confira os salários para algumas posições.

  • Especialista em ESG: R$ 10 a R$ 15 mil;
  • Gerente de ESG: R$ 16 a R$ 22 mil;
  • Head de ESG: R$ 22 a R$ 35 mil.

É sua chance de se tornar um especialista em ESG

Ciente da urgência de qualificar a força de trabalho para este cenário, a EXAME desenvolveu a masterclass Como se Qualificar para Trabalhar com ESG. Com o objetivo de preparar profissionais para liderar iniciativas em ESG, a aula acontece em 28 de maio, às 19h30, de forma online e gratuita.

A aula será apresentada por Renata Faber, diretora de ESG da EXAME. Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, a executiva trabalha ativamente em parceria com empresas para ajudá-las a avançar na agenda ESG.

Além disso, não é necessário conhecimento prévio ou habilidades específicas em sustentabilidade. O único pré-requisito é possuir graduação completa em qualquer área de atuação. Para acompanhar, inscreva-se clicando aqui.

Por que você não pode deixar essa oportunidade passar?

  • 100% online – acompanhe sem sair de casa;
  • Aprenda como aproveitar as oportunidades em ESG;
  • Capacite-se sem gastar nada – a aula é totalmente gratuita;
  • Série apresentada por Renata Faber, diretora de ESG na EXAME;
  • Não é preciso ser da área de sustentabilidade para se especializar em ESG.

QUERO PARTICIPAR DA AULA GRATUITA E VIRTUAL SOBRE ESG

*Este é um conteúdo apresentado por Faculdade EXAME

Acompanhe tudo sobre:branded marketing

Mais de Carreira

A Cultura do Excesso Corporativo: Ela pode estar na sua empresa e você nem sabe; conheça os sinais

O que é quiet vacationing? Trabalhadores têm tirado folgas 'escondidas'

Dia Mundial do Refugiado: O que podemos aprender com os que chegam?

Quais são os jargões mais utilizados no mundo corporativo?

Mais na Exame