Twitter avisa que funcionários podem fazer home office para sempre

A pandemia do coronavírus vai acabar, mas não o home office para os funcionários do Twitter

Depois de colocar todos os colaboradores em home office, as empresas agora se perguntam: quando retornar para o escritório?

Aos seus funcionários, o Twitter já deu a resposta: para alguns, nunca.

Em e-mail interno nesta terça-feira, 12, o CEO da rede social, Jack Dorsey, informou que, mesmo após o fim da pandemia do coronavírus, a possibilidade de trabalhar em casa será permanente para aqueles que preferirem o modelo e estiverem em cargos que permitam o trabalho remoto.

O CEO também avisou que é improvável que os escritórios do Twitter voltem a funcionar antes de setembro e que, com poucas exceções, as viagens a trabalho também estavam canceladas até lá.

Outras empresas de tecnologia, como o Facebook e o Google, têm encontrado dificuldades para prever quando retornarão para os escritórios. As duas companhias afirmaram que a maioria dos colaboradores ficarão em casa até 2021. A Amazon colocou um prazo até, pelo menos, outubro desse ano.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE