Carreira

O que é carta de motivação? Entenda essa etapa para estudar fora do país

Ao buscar uma vaga em uma universidade estrangeira, o estudante vai se depara com três tipos de carta. Entenda tudo sobre cada uma no vídeo:

Viagem: o próprio estudante escreve a carta de motivação (Fly_dragonfly/Getty Images)

Viagem: o próprio estudante escreve a carta de motivação (Fly_dragonfly/Getty Images)

Luísa Granato

Luísa Granato

Publicado em 2 de novembro de 2018 às 06h00.

Última atualização em 2 de novembro de 2018 às 06h01.

São Paulo - Você sabe a diferença entre uma carta de motivação, uma de recomendação e uma de aceite? No quarto episódio da websérie “O que você precisa fazer para estudar fora?”, parceria entre o site EXAME e o canal Estudar Fora, da Fundação Estudar, a apresentadora Flora Damin vai esclarecer a diferença entre os três tipos de carta exigidos pelas universidades estrangeiras.

No vídeo anterior, a dúvida foi sobre as provas de proficiência de idioma, que comprovam o nível de conhecimento dos alunos e se estão aptos para acompanhar as aulas. Cada episódio explora uma etapa essencial para conquistar o sonho de fazer um curso fora do Brasil, como a aplicação para bolsas de estudo e a preparação do currículo.

Ao buscar uma vaga em uma universidade estrangeira, o estudante vai se depara com três tipos de carta: de motivação, de recomendação e de aceite.

"A carta de motivação, o próprio estudante escreve e entrega para a universidade durante o processo de application. As cartas de recomendação normalmente são escritas por mais de uma pessoa e também são entregues durante o processo. Já a carta de aceite, como o próprio nome diz, é a carta que prova que você foi aceito pela universidade lá forma", explica Flora.

Para a carta de motivação, não existe uma receita de bolo. Ela é muito pessoal e serve para contar sua história e sonhos. No vídeo, você pode entender mais sobre como escreve-la e também saber mais sobre as outras cartas:

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:Cursos no exteriordicas-de-carreiraVídeos

Mais de Carreira

Você já tirou a tal das “férias silenciosas”? Veja o lado bom e ruim dessa tendência

Vagas para todos: setor trilionário aceita profissionais de todas as formações e paga acima da média

Número de executivas mulheres cai pela primeira vez desde 2005 nos EUA

Quer trabalhar de qualquer lugar do mundo? Veja as vagas de home office disponíveis nesta semana

Mais na Exame