Carreira

Mais concorrido que vestibular da USP: estudantes contam como é estagiar na Ambev

Programa de estágio da companhia, que está com inscrições abertas, contou com cerca de 350 candidatos por vaga em 2022

Ambev: ações de sustentabilidade buscam reduzir emissões  (Ambev/Divulgação)

Ambev: ações de sustentabilidade buscam reduzir emissões (Ambev/Divulgação)

Luciana Lima
Luciana Lima

Repórter de Carreira

Publicado em 10 de abril de 2023 às 10h57.

Última atualização em 10 de abril de 2023 às 14h22.

Que o programa de trainee da Ambev é um dos mais concorridos do mercado, não é novidade. Mas, o que pouca gente sabe é que Programa de Estágio da cervejaria, que está com inscrições abertas até amanhã, 11, também é bastante disputado.

No ano passado, por exemplo, a Ambev abriu cerca 100 vagas para o processo seletivo dos novos estagiários da companhia e recebeu cerca de 35 mil inscrições. Ou seja, havia aproximadamente 350 candidatos para cada vaga disponível.

À título de comparação, o número de candidato por vaga superou, por exemplo, o do vestibular para o curso de Medicina da USP no ano passado, um dos mais concorridos do Brasil, que contou com 124 candidatos por vaga.

Como funcionam os programa de estágio da Ambev?

Todo ano, a companhia abre dois processos seletivos em cada semestre. No momento de inscrição, os candidatos podem escolher se querem trabalhar na área de operações dentro das fábricas e centros de distribuição ou no corporativo. Há alguns anos, em um esforço para atrair candidatos mais diversos, a Ambev também deixou de exigir o inglês para as oportunidades de estágio. Segundo a Ambev, atualmente, são mais de 700 estagiários no Brasil hoje em dia.

Além disso, desde 2019, a Ambev também conta com um programa de estágio exclusivo para pessoas negras, o Representa, pelo qual já passaram mais de 450 estudantes. Além de contar com um curso de inglês gratuito, os estagiários selecionados por meio do Representa recebem um salário extra ao início do estágio na companhia para que possam se organizar na nova rotina.

Liga de estagiários

Giuliana Amaral, 23 anos, é estudante de Engenharia de Produção e estagiária da Ambev na área de Logística. A jovem, que sempre sonhou em estagiar na companhia, também faz parte da League, um grupo formado apenas por estagiários. Segundo ela, a companhia oferece oportunidades para os estudantes atuarem não só na sua área, mas em diversos programas.

"Nunca pensei que poderia estagiar na Logística, cuidar do programa de estágio e ativações em faculdades ao mesmo tempo. Isso tudo abriu portas para eu ter contato com estagiários do Brasil todo e participar de diversas feiras em faculdades. Com isso, me tornei mais comunicativa e aprendo cada dia mais com pessoas de diferentes perfis”, afirma a estudante.

Além de ser uma forma de desenvolver os estagiários e criar uma comunidade para apoiá-los durante o programa, o League também contribui para atração de talentos. O estudante de Propaganda e Marketing, Vitor Santos, de 22 anos, ficou sabendo do processo seletivo pelas redes sociais e se interessou em estagiar na Ambev após conhecer um pouco do programa por meio das redes sociais do League.

“Acompanhava a Ambev nas redes, gostava da forma que a empresa se comunicava e dos projetos que ela desenvolve para a sociedade. Depois conheci a League Ambev, também pelas redes sociais. Acompanhei os projetos que tinham para os estagiários e isso fomentou muito minha vontade de ser estagiário na companhia, vi que a empresa se importava e oferecia muitas oportunidades ao sestudantes”, disse.

Conexão com diferentes áreas da companhia

Assim como Giulianna, a conexão com diversas áreas da companhia também foi uma realidade para Taynara Mota de Oliveira, 25 anos, estudante de Engenharia de Alimentos, ex-estagiária de Agro e Sustentabilidade, agora efetivada na equipe.

"A experiência de maneira geral foi fundamental para melhorar aspectos como paciência, organização, comunicação, tomada de decisão e muitos outros pontos que me desenvolveram não só no âmbito profissional, mas também pessoal", afirma.

"Acho que o outro quesito importante é a observação: ao longo do projeto, o estagiário tem que conversar e entender questões com diversas áreas, perfis de liderança e de gestão. Acredito que isso também é fundamental para começar a fortalecer internamente o tipo de profissional que ele deseja se tornar e como chegar lá”, diz Taynara.


Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.

Acompanhe tudo sobre:AmbevEstágiosOportunidades de estágios

Mais de Carreira

Modelos de descrição de vagas: como fazer e exemplos

Como ser notado por um headhunter e aumentar suas chances no mercado

Rescisão contratual: quais são os direitos do trabalhador?

Como usar flashcards para estudar melhor e aprender matérias complexas

Mais na Exame