Lesões lideram afastamento de funcionários no trabalho em 2021, diz estudo

Em seguida, estão as doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo, como tendinites e dores musculares. Veja o levantamento completo com as dez maiores causas de licenças médicas
 (foto/Getty Images)
(foto/Getty Images)
L
Luciana Lima

Publicado em 18/07/2022 às 17:31.

Última atualização em 18/07/2022 às 17:55.

As lesões foram a principal causa para afastamento no trabalho em 2021. É o que mostra os dados da B2P, consultoria especializada no acompanhamento e gestão de funcionários de licença por razões médicas, da companhia de seguros It’sSeg Company.

Na segunda posição da lista aparecem as doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo (incluindo tendinites e dores musculares em diversas regiões, como a lombar). Transtornos mentais e comportamentais estão na terceira colocação.

VEJA TAMBÉM:

A pesquisa também identificou que a covid-19 caiu do quarto para o quinto motivo mais frequente de afastamentos. Para chegar a esse resultado, o levantamento analisou 364 mil funcionários em 15 empresas brasileiras de diversos setores, considerando as licenças em 2020 e 2021.

O serviço de gestão de afastados passou a integrar a lista de soluções da It´sSeg no final de 2020, quando a companhia adquiriu a B2P.

Em 2020, porém, as doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo foram campeãs de afastamento, com as lesões aparecendo em segundo lugar.

“Enquanto as doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo tiveram uma queda, provavelmente por conta da adaptação ao modelo híbrido durante os dois anos de pandemia, as lesões mantiveram-se no patamar de 2020 e tornaram-se o motivo mais frequente de ausência no trabalho, possivelmente em função do retorno gradual às atividades presenciais”, diz Marlene Capel, diretora da B2P.

"Porém, verificamos menor tempo de duração do afastamento, seja por dificuldades administrativas no INSS, seja pela recuperação que possivelmente se tornou mais prolongada”, completa.

Confira o ranking completo de 2021:

  1. Lesões - 2.501 afastamentos
  2. Doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo - 2.145 afastamentos
  3. Transtornos mentais e comportamentais - 1.743 afastamentos
  4. Fatores que influenciam o estado de saúde e o contato com os serviços de saúde - 668 afastamentos 
  5. Covid-19 - 547 afastamentos 
  6. Doenças do aparelho digestivo - 529 afastamentos 
  7. Doenças do aparelho circulatório - 310 afastamentos 
  8. Doenças do aparelho respiratório - 309 afastamentos 
  9. Doenças do sistema nervoso - 283 afastamentos 
  10. Algumas doenças infecciosas e parasitárias - 229 afastamentos 

Dicas de carreira, vagas e muito mais

Você já conhece a newsletter da EXAME Academy? Você assina e recebe na sua caixa de entrada as principais notícias da semana sobre carreira e educação, assim como dicas dos nossos jornalistas e especialistas.

Toda terça-feira, leia as notícias mais quentes sobre o mercado de trabalho e fique por dentro das oportunidades em destaque de vagas, estágio, trainee e cursos. Já às quintas-feiras, você ainda pode acompanhar análises aprofundadas e receber conteúdos gratuitos como vídeos, cursos e e-books para ficar por dentro das tendências em carreira no Brasil e no mundo.

Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.