Carreira

10 dicas para melhorar o fluxo de caixa da sua empresa

Dicas práticas, executáveis em empresas de qualquer porte, podem melhorar o fluxo de caixa exponencialmente, aumentando a saúde financeira e potencial de crescimento

 (pixdeluxe/Divulgação)

(pixdeluxe/Divulgação)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 9 de maio de 2024 às 15h53.

Tudo sobreGestão
Saiba mais

O fluxo de caixa leva em consideração todas as transações financeiras, ou seja, qualquer dinheiro que entra e sai, independente do período. 

Mais do que isso, deve ser feita uma organização das entradas e saídas, para que a empresa mantenha a sua saúde financeira em dia e possa crescer de maneira saudável. 

Quando há uma boa compreensão sobre o conceito do fluxo de caixa — e vontade de colocar em prática algumas ações de otimização, percebemos rapidamente uma série de benefícios, como melhora do fluxo de caixa, diminuição de dívidas e identificação de frentes de crescimento para o negócio.

Melhore o fluxo de caixa da sua empresa em 10 dicas

Neste guia, vamos listar 10 dicas para melhorar o fluxo de caixa da sua empresa. Elas são aplicáveis para empresas nas mais diversas maturidades de negócio, desde fases iniciais (menores) até aquelas com uma atuação mais robusta.

Separe as despesas fixas das variáveis

Com essa separação, a empresa é capaz de entender o saldo real do caixa. Assim, pode executar um planejamento financeiro mais realista, além de identificar quais despesas podem ser otimizadas. 

Manual de Planejamento Financeiro para Empresas

Sempre há alguma categoria de gastos com potencial de redução e é somente uma boa organização das despesas que nos oferece a possibilidade de encontrá-las.

Registre as contas a receber e a pagar

Dessa forma, a empresa é capaz de fazer os cálculos reais do fluxo de caixa, entendendo a previsão da quantia de dinheiro que entrará e qual sairá no período de meses ou do ano. 

Há, também, uma projeção melhor desse fluxo, antecipando momentos em que o caixa estará em déficit e agindo em cima, com um bom planejamento dos recursos financeiros, que envolvem a renegociação de pagamentos ou dívidas, por exemplo.

Negocie prazos de pagamento

Essa estratégia te permite ter dinheiro em caixa por mais tempo, para usar em outras categorias prioritárias — ou até mesmo fazer um reinvestimento pensando em potencializar a receita. 

Faça um levantamento dos encargos recorrentes e entenda quais fornecedores podem ter uma revisão nos prazos. Isso é comum no mercado, então pode haver a chance de algum fornecedor flexibilizar as datas, com um período a mais até que tenha que fazer o pagamento.

Reveja o estoque e prateleira de serviços

Comece pela análise de produtos que não estão vendendo conforme o planejado. No caso de produtos físicos, há algum estoque parado? Se sim, existe a possibilidade de estimular as vendas, com uma promoção ou revisão na estratégia de marketing, por exemplo?

Pensando em infoprodutos, serviços, vendas que não demandam um estoque, como anda a prateleira de serviços? Há algum nicho que não vem dando o retorno necessário para cobrir o investimento e gastos necessários para mantê-los? 

Se sim, faça o mesmo caminho: pode ser o caso de descontinuar algum serviço ou reestruturar a estratégia de vendas.

O mesmo acontece do lado positivo. Identificando as categorias que vendem melhor, pode ser o caso de estudar melhorias — aumento no estoque, investimento maior em marketing, expansão da equipe, por exemplo.

Analise as estratégias de vendas

Reveja a forma a qual os produtos estão sendo vendidos atualmente. Em muitos casos, o produto é bom e tem um potencial de venda, a questão é um desalinhamento entre esse potencial e as ações dos times de marketing e venda, principalmente.

Pense em pontos como: o preço está alinhado com o mercado? Estou chegando até onde meus clientes entram em contato com meu produto? Há a possibilidade de aplicar descontos sazonais, para aumentar o volume de pessoas em contato com a marca? 

Mesmo se você tem um campeão de vendas na sua empresa, saiba que sempre há a possibilidade de rever estratégias e melhorar.

Reduza despesas

Faça uma reavaliação completa das despesas da empresa e identifique onde há espaço de redução. As principais possibilidades são:

  • Renegociação de contratos com fornecedores, em busca de valores menores;
  • Fidelização com fornecedores, aumentando o período do contrato, também em busca de reduzir o valor mensal dos pagamentos;
  • Revisão dos pagamentos feitos em plataformas e softwares, pode ser o caso da empresa assinar mais de um programa que faz as mesmas coisas;
  • É interessante implementar o home office na sua empresa? Se sim, pode haver uma redução em custos como aluguel e luz, por exemplo;
  • Revisão dos gastos com marketing e publicidade: analise o retorno desses investimentos e entenda se a alocação atual está condizente com o fluxo de caixa da empresa, ou se é necessário diminuir o valor alocado.

Conte com tecnologias que podem otimizar o fluxo de caixa

Atualmente, diversas tecnologias oferecem uma gestão eficiente das finanças da empresa, o que ajuda diretamente na otimização do fluxo de caixa. Elas podem ser focadas nas mais diversas demandas de um negócio, como o controle de contas a pagar/receber e análise de despesas e reembolsos.  

A Flash Expense é uma dessas soluções, que conta com recursos focados no gerenciamento de despesas dos colaboradores. 

Tenha uma reserva de emergência bem feita

A reserva de emergência dá um fôlego a mais para a empresa, que poderá passar por períodos desafiadores sem sentir tanto no caixa. 

Períodos em que os clientes consomem menos, ou que menos contratos são fechados, podem diminuir consideravelmente o fluxo de caixa. É bom estar o mais preparado possível.

Gerencie as dívidas

Reveja todas as dívidas da empresa no momento. Em primeiro lugar: há a possibilidade de refinanciar alguma delas, em busca de juros menores? 

Avalie, também, a aquisição de empréstimos, que tenham taxa de juros mais acessíveis, para cobrir o pagamento de alguma dívida que atualmente compromete o caixa porque está vinculada com juros altos.

 

Acompanhe tudo sobre:Gestãogestao-de-negociosFlash Despesas

Mais de Carreira

Polywork: conheça a tendência que faz parte da vida do ator Marcello Antony

TIM abre 145 vagas para o Programa de Estágio 2024

Qual o seu estilo de inovação? Responda perguntas e veja se está mais para Steve Jobs ou Elon Musk

Elon Musk terá pacote salarial de US$ 56 bilhões; veja quanto ganham outros CEOs

Mais na Exame