Fundação Dom Cabral e Insper perdem posições em ranking

Em lista de melhores cursos personalizados para executivos, instituições caíram, mas se mantiveram na mesma posição no ranking de cursos abertos
 (Veja São Paulo/EXAME.com)
(Veja São Paulo/EXAME.com)
Por Talita AbrantesPublicado em 12/05/2014 18:01 | Última atualização em 12/05/2014 18:01Tempo de Leitura: 12 min de leitura

São Paulo – A Fundação Dom Cabral e o Insper apareceram novamente entre as 80 escolas que oferecem os melhores cursos feitos sob medida para as empresas, segundo o Financial Times. No entanto, desta vez, elas tiveram um desempenho inferior do que o registrado em 2013 na lista que mede a qualidade da educação executiva.

No ranking deste ano, as escolas ficaram, respectivamente, em 27º e 52º, enquanto em 2013, a Fundação Dom Cabral conquistou a 16ª posição e o Insper, a 26ª. 

Por outro lado, as duas instituições mantiveram as mesmas colocações em outro ranking que mede a qualidade dos cursos abertos oferecidos por cada escola. Com isso, nesta lista, a Fundação Dom Cabral ficou em 23º e o Insper em 38º. 

Outras duas brasileiras também aparecem neste ranking: a Saint Paul Escola de Negócios, em 59ª (cinco posições abaixo do registrado em 2013), e a Fundação Instituto de Administração (FIA), em 69ª – a escola não apareceu no ranking do ano passado. 

Para chegar às duas listas, o Financial Times leva em conta desde o métodos de ensino, a estrutura do curso, a qualidade do corpo docente e as novas habilidades ensinadas até a estrutura física da escola e as refeições fornecidas. Tudo segundo os participantes e as empresas que compraram este serviço.

Veja abaixo como foi o desempenho de cada escola brasileira: 

Fundação Dom Cabralral
Divulgação

Posição no ranking de cursos customizados: 27º. A escola ficou em 16º e 8º nas listas de 2013 e 2012, respectivamente.
Método de ensino dos cursos customizados: 30º (12 posições abaixo do que o registrado no passado)
Custo-benefício dos cursos customizados: 43º (22 posições abaixo do que o registrado no passado)
Veja outras informações na página do Financial Times

Posição no ranking de cursos abertos: 23º. A escola manteve a mesma posição de 2013. Em 2012, estava em 17º.
Método de ensino dos cursos abertos: 19º
Follow-up ou aplicação do conhecimento no dia a dia: 21º (cinco pontos acima do registrado no passado)
Veja outras informações na página do Financial Times

Insper

Posição no ranking de cursos customizados: 52º. A escola ficou em 36º e 29º nas listas de 2013 e 2012, respectivamente.
Método de ensino dos cursos customizados: 60º (24 posições abaixo do que o registrado no passado)
Custo-benefício dos cursos customizados: 40º (5 posições abaixo do que o registrado no passado)

Veja outras informações na página do Financial Times

Posição no ranking de cursos abertos: 38º. A escola manteve a mesma posição de 2013. Em 2012, estava em 32º.
Método de ensino dos cursos abertos: 31º (três posições abaixo do registrado no passado)
Follow-up ou aplicação do conhecimento no dia a dia: 63º (três pontos abaixo do registrado no passado)
Veja outras informações na página do Financial Times

Saint Paul Escola de Negócios

Divulgação/Saint Paul

Posição no ranking de cursos customizados: a escola não apareceu na lista 

Posição no ranking de cursos abertos: 59º. A escola ficou em 54º em 2013.
Método de ensino dos cursos abertos: 53º (10 posições abaixo do registrado no passado)
Follow-up ou aplicação do conhecimento no dia a dia: 55º (14 pontos abaixo do registrado no passado)
Veja outras informações na página do Financial Times

Fundação Instituto de Administração (FIA)

(FIA)

Posição no ranking de cursos customizados: a escola não apareceu na lista 

Posição no ranking de cursos abertos: 69º
Método de ensino dos cursos abertos: 65º
Follow-up ou aplicação do conhecimento no dia a dia: 66º
Veja outras informações na página do Financial Times

Confira o posicionamento do Insper sobre o resultado do ranking:

“Os programas de educação executiva do Insper foram classificados pelo oitavo ano consecutivo entre os melhores segundo o ranking global divulgado e elaborado pelo Financial Times, que apresenta instituições renomadas como Harvard, Stanford e Insead. Os cursos de educação executiva de curta duração e customizados do Insper figuram entre os três melhores da América do Sul. A instituição é também a única instituição brasileira citada pelo levantamento do FT a deter o selo da AACSB International (Association to Advance Collegiate Schools of Business), a mais importante certificação internacional de escolas de negócio.” 

* Atualizado no dia 12 de maio de 2014, às 17h50, para incluir o posicionamento do Insper sobre o resultado