Felicidade no trabalho: por onde começar?

Entenda como a Hierarquia das Necessidades revela que a felicidade pessoal e profissional é apenas uma questão de prioridades

56% dos brasileiros estão insatisfeitos com o seu trabalho e 64% gostariam de trabalhar em áreas diferentes da sua função atual, revelam pesquisas realizadas pelo Instituto Locomotiva e o Grupo LMT - Loyalty & Trade Management.

Acontece que, a escola tradicional não segue, ainda, em direção à descoberta dos nossos talentos e muito menos no desenvolvimento deles. Passamos anos decorando matérias e com poucos estímulos à reflexão sobre o que, de fato, temos de habilidades naturais e como essas habilidades podem se encaixar no mundo.

O resultado é que muitos profissionais estão atuando em áreas que não combinam com eles e mudança de carreira não é um assunto comum às escolas e nem mesmo aos pais, na hora de orientar os filhos.

Sendo assim, escolhemos uma faculdade quando, normalmente, ainda não temos maturidade suficiente para isso e passamos a acreditar que não podemos mais mudar a rota, mas isso não é verdade.

Recentemente falei à Exame sobre carreiras múltiplas, indico que você pesquise sobre o tema! No entanto, podemos passar o resto da vida criticando e responsabilizando o sistema político, econômico, educacional e o empresarial pela nossa infelicidade, ou, podemos investir atenção plena no que podemos transformar mais rapidamente. Nós mesmos.

Abraham Harold Maslow, psicólogo americano e fundador do centro de pesquisa National Laboratories for Group Dynamics, criou a teoria da Hierarquia de Necessidades – e que revela o porquê devemos olhar para outras necessidades antes da nossa realização pessoal.

Para ele, nossa realização pessoal está no topo da pirâmide das necessidades humanas, onde há outros aspectos que precisam ser olhados primeiro como base de sustentação à satisfação plena. Confira abaixo, em ordem crescente, quais são as nossas principais necessidades para sermos felizes de verdade.

1) Necessidades fisiológicas: é a primeira base do modelo. Comer de forma saudável, dormir bem, cuidar da saúde, relacionar-se com outras pessoas e ter tempo livre são aspectos fundamentais para o bem-estar dos indivíduos. Ou seja, não vale a pena deixar se transformar em um hábito virar noites por trabalho e colocar sua saúde em risco. Mesmo que você alcance a carreira dos sonhos, não existe alegria e saúde em um corpo exausto.

2) Necessidades de segurança: aqui o psicólogo traz atenção ao aspecto financeiro. Ter a tranquilidade de saber que você poderá pagar suas contas e sustentar suas necessidades básicas, como alimentação e moradia. Se você deseja mudar de carreira ou ir em direção a um propósito de vida, você deve fazer isso, mas com calma. Transições rápidas podem se transformar em estresse se não houver planejamento financeiro.

3) Necessidades sociais: somos humanos, é da nossa biologia o desejo de estar em contato com outros seres humanos. Aqui o afeto, a troca de carinho, o respeito nas relações, boas conversas entre amigos e familiares, além de contato constante com quem nos inspira são fundamentais para nos mantermos contentes.

4) Necessidades de estima e autoestima: precisamos de validações externas que reconheçam nossas capacidades. Feedbacks positivos que promovam estima nos mantém estimulados a continuar realizando. No entanto, precisamos que essas capacidades também sejam reconhecidas por nós mesmos. Nos dar o devido valor é essencial para nos sentirmos bem.

5) Necessidades de auto realização: Esse ponto trata dos aspectos de crescimento pessoal e profissional. Ser aquilo que podemos ser quando utilizamos todo o nosso potencial. Seja uma carreira, um relacionamento bem-sucedido, não importa o tema, o que vale é a certeza de que alcançamos nossa melhor versão e vivemos de acordo com os nossos valores, sonhos e propósitos.

Para isso, não podemos esquecer de todos os aspectos que antecedem esse momento. Ou seja, a pressa, a dependência financeira, ações impulsivas, ambientes com pessoas que te desvalorizam e a falta de troca de afeto e respeito nas relações são obstáculos à realização pessoal e profissional de qualquer indivíduo.

Que tal rever a sua ordem de prioridades? Boa jornada!

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também